Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

20 Fevereiro de 2014 | 17h21 - Actualizado em 20 Fevereiro de 2014 | 17h23

Guiné-Bissau: Projecto português no país apontado pela UE como exemplo de boas práticas

Bissau, 20/02 - Um projecto do Instituto Marquês de Valle Flôr (IMVF) realizado na Guiné-Bissau foi apontado pela União Europeia (UE) como um exemplo de boas práticas, anunciou aquela organização portuguesa de promoção do desenvolvimento.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bandeira da Guiné Bissau

Foto: Angop

 
O trabalho consistiu em reforçar um modelo de governação participativa, desenvolvimento sustentável e integrado assente nas comunidades nas ilhas Urok, no arquipélago dos Bijagós, cuja população sofre devido ao isolamento e falta de serviços básicos.  
 
Para tal, o projecto do IMVF e da associação guineense Tiniguena apostou "na educação, preservação do património e dinamização da economia local", refere o instituto em comunicado.  
 
O projecto designado de "Urok Osheni! Conservação, Desenvolvimento e Soberania nas Ilhas Urok" decorreu entre janeiro de 2010 e 31 de Março de 2013.  
 
O objectivo consistiu em "avaliar o papel da cultura no desenvolvimento humano e social, bem como na promoção da democracia, dos direitos humanos e da resolução de conflitos e de como esta pode contribuir para alcançar as prioridades do desenvolvimento no âmbito da cooperação externa pós-2013 da União Europeia", acrescenta o IMVF.  
 

Assuntos Guiné-Bissau  

Leia também