Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

14 Fevereiro de 2020 | 18h07 - Actualizado em 14 Fevereiro de 2020 | 18h07

ONU disponibiliza USD 15 milhões a Cabo Verde para programa anual

Praia - As Nações Unidas vão disponibilizar 15 milhões de dólares a Cabo Verde para a execução do Plano de Trabalho Conjunto durante este ano, anunciou hoje a coordenadora residente no país, indicando que as prioridades são as áreas sociais.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bandeira da ONU

Foto: Divulgação

"Estimamos que vamos terminar hoje esse planeamento e estimamos que vai ser também à volta dos 15 milhões de dólares (13,8 milhões de euros), numa tendência que se tem vindo a verificar nos últimos três anos", disse Ana Graça.

A coordenadora da ONU falava na abertura de um 'workshop' nacional para a definição das principais actividades, bem como o quadro orçamental e discutir e aprovar os produtos, os indicadores, as linhas de base e as metas para o ano em curso em Cabo Verde.

A responsável avançou que o acordo com o Governo de Cabo Verde deverá ser assinado no dia 20 de Fevereiro, num valor igual ao que foi mobilizado no ano passado. 

"Se mobilizarmos mais, implementaremos com todos os nossos parceiros nacionais mais do que 15 milhões de dólares", disse a coordenadora, citado pela Inforpress, revelando que 80% deste montante já está disponível.

Desse montante, Ana Graça explicou que metade são fundos próprios das Nações Unidas e a parte restante resulta de outros compromissos já assinados com os parceiros de desenvolvimento de Cabo Verde.

A coordenadora residente da ONU avançou que as prioridades continuam a ser as áreas sociais, como a saúde, educação, protecção social e a igualdade de género, bem como o crescimento económico inclusivo, reforço dos programas relacionados com os jovens, emprego e empregabilidade dos jovens.

Também disse que para este ano vai ser dado um grande ênfase à economia azul, um sector que considera ter "grande potencial" em Cabo Verde e que a ONU espera poder incrementar as suas acções no arquipélago, para criar mais emprego e apoiar as empresas.

Em 2019, a ONU tinha um orçamento previsto de 20 milhões de dólares (cerca de 18,5 milhões de euros) para actividades em Cabo Verde, tendo conseguido mobilizar cerca de 15 milhões, entre fundos próprios e junto de outros parceiros, e teve uma taxa execução de 80%.

O quadro de cooperação da Nações Unidas com Cabo Verde para o quinquénio 2018 -- 2022 é de 96 milhões de dólares (quase 88,5 milhões de euros), avançou Ana Graça há uma semana, durante uma reunião sobre a cooperação para o desenvolvimento sustentável entre ONU e o Governo cabo-verdiano.

Nessa altura, Ana Graça destacou Cabo Verde como um "modelo" que há 15 anos tem um plano, trabalho e orçamento integrados, uma experiência piloto que a organização quer levar a outros países.

Durante a reunião da semana passada, de prestação de contas da ONU ao Governo e aos parceiros, foi ainda lançada uma página na internet (www.caboverde.un.org) com informações sobre a cooperação entre a ONU e Cabo Verde.

Assuntos Cabo Verde  

Leia também