Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

16 Setembro de 2020 | 17h03 - Actualizado em 16 Setembro de 2020 | 17h02

Moçambique retoma voos com seis países em regime de reciprocidade

Maputo - Moçambique vai retomar voos regulares de transporte de passageiros e carga com seis países, incluindo Portugal, em regime de reciprocidade, após interrupção devido às restrições impostas pelo novo coronavírus, disse hoje à Lusa fonte oficial.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

AVIÃO DA LAM, LINHAS AÉREAS DE MOÇAMBIQUE

Foto: LINO GUIMARÃES

"Por agora são seis países que vão fazer os voos em regime de reciprocidade", disse João Abreu, presidente do conselho de administração do Instituto de Aviação Civil de Moçambique (IACM).

Segundo a circular de informação aeronáutica, publicada na página do IACM, estão autorizadas ligações com Portugal, Turquia, Qatar, Etiópia, Quénia e África do Sul, com uma frequência de dois voos por semana.

"As companhias aéreas dos demais países podem manifestar o interesse de voar para Moçambique através de canais diplomáticos", lê-se no documento, publicado em 11 deste mês.

A circular avança ainda algumas medidas de prevenção da covid-19, que deverão ser tomadas pela tripulação e passageiros de entradas internacionais.

Todos os passageiros devem apresentar um comprovativo de teste, "com resultado negativo e que tenha sido realizado no país de origem nas últimas 72 horas antes da partida" e observar uma quarentena de 10 ou 14 dias, consoante realizem novo teste em Moçambique.

Os membros da tripulação, nacionais ou estrangeiros, serão sujeitos a uma "estrita quarentena obrigatória", sob supervisão do Estado durante, no máximo, 24 horas do seu descanso de rotação, devendo ser também submetidos ao "rastreio observacional" para sintomas da covid-19, após o desembarque, avança-se no documento.

A aeronave deve ser totalmente desinfectada após cada voo e os passageiros e a carga devem ser também desinfectados antes do embarque.

"Os operadores aéreos devem notificar ao IACM e as autoridades de saúde por escrito sobre todos os casos suspeitos e ou confirmados, à chegada ou à partida", conclui-se na circular.

Desde o anúncio da primeira infecção pelo novo coronavírus, a 22 de Março, Moçambique regista um total de 5.994 casos positivos, 39 óbitos e 3.267 (54%) de pessoas dadas como recuperadas da infecção.

Assuntos Moçambique  

Leia também
  • 15/09/2020 23:16:02

    Moçambique: Empresa mineira anuncia morte de mineiro ilegal

    Maputo - A empresa mineira Montepuez Ruby Mining (MRM) anunciou hoje a morte de um mineiro devido ao desabamento de uma escavação ilegal na concessão da empresa, referindo estar preocupada com o número crescente de incidentes no local.

  • 13/09/2020 21:12:16

    Moçambique: Vários desaparecidos após emboscada contra transportes

    Maputo - Várias pessoas estão desaparecidas depois de dois veículos de transporte colectivo terem sido emboscados por grupos armados no sábado, no norte de Moçambique, disseram à Lusa familiares que viajavam nas mesmas viaturas.

  • 11/09/2020 17:16:32

    Moçambique: Filho de Dhlakama candidata-se às presidenciais

    Maputo - Henriques Afonso Dhlakama, filho mais velho do antigo líder da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo, oposição), anunciou hoje a sua candidatura à Presidência da República nas eleições gerais de 2024, dizendo que pretende evitar que o país entre "num precipício".