Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ambiente

01 Outubro de 2020 | 12h13 - Actualizado em 01 Outubro de 2020 | 12h17

SIC detém cidadãos por caça ilegal no Parque da Quissama

Luanda - Três cidadãos nacionais foram detidos, na passada semana, pelo Serviço de Investigação Criminal, através da Direcção Central de Combate ao Tráfico Ilícito de Pedras, Metais Preciosos e Crimes Contra o Ambiente, no Parque Nacional da Quissama.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

De acordo com uma nota do SIC a que a ANGOP teve acesso, nesta quinta-feira, os cidadãos em causa, com 27, 28 e 45 anos de idade, respectivamente, foram detidos por caça proibida e pelo abate ilegal de animais no Parque Nacional da Quissama.

No momento  da detenção, conforme o documento, foram apreendidos 150 Kg de carne seca de várias espécies, entre os quais estes Gnus e javalis (espécies em via de extinção e protegida pela  Convecção Internacional Sobre o Comércio Ilegal de Espécies da Fauna e da Flora em Vias de Extinção).

Em posse dos detidos, lê-se ainda na nota, foram ainda apreendidos um par de  farda das FAA, uma  catana e vários laços  que serviam de  armadilhas para a captura  dos animais

Na sequência e depois de diligências feitas para a busca da verdade material, foram presentes ao Tribunal  municipal de Icolo e Bengo para julgamento sumário, resultando na condenação dos arguidos no processo-crime N° 2630/2020, pela prática  de crimes de agressão  ao ambiente.

Aos arguidos foram aplicadas penas que vão dos 11 meses de prisão efectiva e quatro anos de pena suspensa, bem como ao pagamento de taxas de justiças que vão dos Akz 40.00 a 35 mil por 15 dias.

Pelos danos causados à fauna são obrigados ao  pagamento de Akz 135 mil pelos três  Javalis e Akz 400 mil pelos dois Gnus abatidos.

O SIC manifesta prontidão para continuar a promover o combate aos crimes contra o ambiente.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 19/09/2020 13:16:22

    Governo quer comunidades envolvidas em boas práticas ambientais

    Luanda - O director Nacional do Ambiente e Acção Climática, Giza Martins, defendeu, neste sábado, em Luanda, a necessidade de as comunidades reforçarem as boas práticas ambientais, mantendo, permanentemente, as cidades limpas.

  • 18/09/2020 12:16:45

    Campanha "Limpemos Angola" marca Dia Mundial da Limpeza

    Luanda - Uma campanha nacional de limpeza e sensibilização denominada "Limpemos Angola", no âmbito do Dia Mundial da Limpeza, 18 de Setembro, será lançada sábado no mercado do São Paulo, distrito urbano do Sambizanga, em Luanda, numa iniciativa do Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente.

  • 15/09/2020 12:49:02

    MINTRANS orienta recolha de resíduos no mar

    Luanda - O Ministério dos Transportes (MINTRANS) orientou, esta segunda-feira, a remoção e desmantelamento dos navios sucatas ao longo da Baía de Luanda.