Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ciência e Tecnologia

28 Novembro de 2017 | 10h09 - Actualizado em 28 Novembro de 2017 | 11h37

Governo angolano lança concurso público para nova operadora global

Luanda - O Governo angolano vai lançar um concurso público internacional para um quarto operador global de telecomunicações, incluindo a rede fixa, móvel e de televisão por subscrição, integrando o Estado a estrutura accionista com 45% do capital.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha

Foto: Joaquina Bento

O anúncio foi feito segunda-feira, em Luanda, pelo ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha, garantindo que até final deste ano o regulador do sector terá disponíveis os cadernos de encargos para os investidores interessados.

"Vamos aumentar a concorrência. Vai melhorar o serviço e vamos actuar sobre os preços e a qualidade do serviço", afirmou o governante.

Acrescentou que o Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação já recebeu "várias" manifestações interesse por parte de investidores nacionais e estrangeiros, mas que o processo, até à escolha final do operador, "não será concluído em menos de três meses".

Em simultâneo, acrescentou José Carvalho da Rocha, o Estado vai privatizar 45% do capital social da empresa pública Angola Telecom, que actualmente se dedica apenas à rede fixa.

Estas medidas inserem-se na reestruturação do sector das telecomunicações em Angola e para "dinamizar o mercado". Passam a existir apenas dois títulos para operadores, multi-serviço e global, este designado como título unificado e que permite prestar todo o tipo de comunicações, móveis e fixas.

Móvel passa de dois para quatro operadores.

A privatização parcial da Angola Telecom, em processo de reestruturação, permitirá garantir, disse o ministro, o investimento necessário à sua entrada, também, nas comunicações móveis.

O mesmo acontecerá com a quarta licença que agora seguirá para concurso público, permitindo, além de telecomunicações móveis e fixas, também dados e televisão por subscrição.

Actualmente, o mercado das telecomunicações móveis possui três operadoras globais, nomeadamente Angola Telecom (pública), Unitel e Movicel (privadas).    

Desta forma, estas operadoras enfrentam a possibilidade de ter dois novos concorrentes no segmento das telecomunicações móveis.

De acordo com os números revelados pelo ministro José Carvalho da Rocha, Angola tem actualmente mais de 11 milhões de cartões da rede móvel registados.



 

Assuntos Tecnologias  

Leia também
  • 30/11/2018 13:20:26

    Sétima Feira de Segurança Electrónica acontece em Dezembro

    Luanda - A delegação de Luanda do Ministério do Interior (MININT) realiza, nos dias um e dois de Dezembro, no distrito do Nova Vida, município do Kilamba-Kiaxi, em Luanda, a sétima edição da Feira de Segurança Electrónica.

  • 21/11/2018 13:51:19

    Feira de invenções de Nuremberga aberta a produtos industrializados

    Luanda - A Feira de Ideias, Invenções e Novos Produtos (iENA), anualmente realizada em Nuremberga (Alemanha), pode a partir da edição 2019 contar com produtos industrializados angolanos, em função da inclusão este ano da categoria "Indústria", que premeia produtos de grandes empresas.

  • 19/11/2018 20:01:15

    Estudante lança aplicativo para resgate de valores culturais e linguísticos

    Lubango - Um aplicativo informático denominado “Resgate de Valores Culturais e Linguísticos”, criado pelo estudante Rafael Calitoco, afecto ao Instituto Superior Politécnico Independente (ISPI), será lançado oficialmente na segunda quinzena de Fevereiro de 2019, com objectivo da valorização das línguas nacionais angolanas.

  • 16/11/2018 18:10:06

    Nova Sotecma apresenta carro eléctrico na Expo Indústria e Projekta

    Luanda - Um carro eléctrico para diminuir a poluição do meio ambiente, está a ser apresentado no terceiro salão da Feira da Indústria Angolana - Expo Indústria e Projekta, pela empresa Nova Sotecma.