Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ciência e Tecnologia

18 Julho de 2019 | 15h12 - Actualizado em 18 Julho de 2019 | 15h12

Mais de 30 concorrentes desafiam conhecimentos tecnológicos

Luanda - Trinta e seis candidatos participam, nesta quinta-feira, em Luanda, no concurso nacional de criação de jogos digitais, que visa desafiar e estimular a criatividade e inovação tecnológica.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Os candidatos com idades dos 5 aos 15 anos de idade representam às províncias de Luanda, Bengo, Huíla e Namibe, concorrendo nas categorias de Ideia de Jogo, Protótipo, Inovação e Mirim.

O  concurso é um espaço dedicado ao incentivo à criatividade e desenvolvimento de jogos digitais em diferentes plataformas (Android, IOS e Windows phone), com temáticas generalistas, e que tragam valores agregados em questões relacionadas com os modelos educacionais e afins.

Numa iniciativa da Universidade Metodista de Angola (UMA), o concurso se enquadra no âmbito dos Programas de Identificação, Selecção e Motivação de Talentos, Promoção da Cultura Científica e da Transferência de Tecnologia e Empreendedorismo de Base Tecnológica, inseridos na Estratégia Nacional de Ciência Tecnologia e Inovação de Angola e alinhado com a Política Nacional de Ciência Tecnologia e Inovação de Angola (PNCTI).

De acordo com o secretário de Estado para a Ciência e Tecnologia, Domingos Neto, o evento permite reforçar a aproximação e colaboração estreita entre investigadores científicos, as Instituições de Ensino Superior (IES) e Investigação de Desenvolvimento, e o meio empresarial, visando a transferência de tecnologia para o sector produtivo e sociedade geral.

Enalteceu o incentivo à criatividade e ao desenvolvimento de jogos digitais em diferentes plataformas com temáticas generalizadas que tragam valores agregados e que permitam a inserção da Ciência, Tecnologia e Inovação na Estratégia de desenvolvimento do país.

Para o responsável, a actividade permite reforçar a aproximação e colaboração estreita entre investigadores científicos, as Instituições de Ensino Superior (IES) e Investigação de Desenvolvimento, e o meio empresarial, visando a transferência de tecnologia para o sector produtivo e sociedade geral.

Reforçou que constam das acções prioritárias do Plano de Desenvolvimento Nacional o apoio a criação de incubadoras de empresas tecnológicas de inovação, criar uma rede transferência de tecnologia e inovação, bem como monitorar e divulgar as actividades de ciência tecnologia e inovação.

Para o seu alcance, prossegui, há necessidade de se implementar um ambiente favorável nas IES nacionais para que sejam mais abertas às iniciativas da sociedade civil acolhendo pequenas empresas de telecomunicações para que com seu dinamismo possam ocupar-se dos processos de transferência de conhecimentos.

“Governos, organizações, empresas e sociedade civil encaram a inovação como a resposta para os principais desafios da actualidade, bem como a inovação a o factor chave para o desenvolvimento sustentável”, referiu.

Augura que sejam criados pressupostos atinentes ao desenvolvimento cognitivo dos participantes, para que sejam geradas e capturadas ideias capazes de agregar valor aos processos de ensino e aprendizagem.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 22/05/2019 14:51:59

    TIC'S são pilar de mudança social - reitora

    Luanda - A reitora da Universidade Metodista de Angola (UMA), Marta Sambanje, destacou nesta quarta-feira, em Luanda, as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC'S) como pilar de mudança, bem-estar e qualidade de vida, por ajudar o ser humano a pensar melhor no futuro.

  • 18/05/2019 10:00:03

    Angola usará satélite francês

    Paris - Angola usará satélites de observação franceses, nos termos de um acordo recentemente assinado entre os governos angolano e francês, anunciou, esta sexta-feira, em Paris, o ministro das Relações Exteriores angolano, Manuel Augusto.

  • 09/05/2019 07:13:06

    Governo com projecto para agregar valor nutricional em alimentos

    Luanda - O Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Informação (MESCTI) tem em forja projetos para agregar valor a alguns frutos pouco conhecidos para melhorar a dieta alimentar das pessoas, particularmente das crianças, por serem as mais vulneráveis.