Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

13 Setembro de 2017 | 15h31 - Actualizado em 13 Setembro de 2017 | 15h29

Afrobasket2017: Gustavo da Conceição defende mais atitude dos atletas no jogo com Senegal

Luanda - O presidente do Comité Olímpico Angolano (COA), Gustavo da Conceição, defendeu hoje, em Luanda, a necessidade dos aletas da selecção nacional sénior masculina entrarem com mais atitude e determinação na finalização dos lances, visando vencer o jogo de quinta-feira (20h30) diante do Senegal, referente aos quartos-de-final do Afrobasket, que decorre na Tunísia.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Afrobasket: Jogo de Angola (Arquivo)

Foto: Clemente dos Santos


De acordo com o dirigente que falava à Angop na antevisão desta partida, é notório que a selecção nacional não esteve muito bem na primeira fase, tendo em conta aquilo que é a sua exibição habitual, mas neste duelo é importante que os atletas corram mais a fim de beneficiarem da lentidão que os senegalês apresentam na recuperação.

Acrescentou ser um jogo difícil, mas que é possível Angola vencer, caso haja destrinça de funções entre os jogadores na quadra, isto é, fluir o jogo colectivo, dar bola para triplos a basquetebolistas lançadores, como Carlos Morais, e a missão defensiva aos postes. no sentido de obrigar o Senegal a jogar distante da cesta.

O também antigo presidente da FAB frisou que os basquetebolistas do Senegal são altos, mas o conjunto tem todos argumentos para contrapor este favoritismo e melhorar o seu nível de exibição.

Sublinhou que pelo histórico conquistado por Angola no continente (onze vezes campeã africano), os pupilos de Manuel Silva "Gi" têm de envidar esforços para   superar este adversário e manter a luta para o  resgate do título da competição, perdido em 2015 para Nigéria.

Na primeira fase disputada em Dakar, Angola ganhou a República Centro Africana (66-44) e o Uganda (94-89) e perdeu diante de Marrocos, por 53-60.

Assuntos Basquetebol  

Leia também