Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

29 Janeiro de 2020 | 20h23 - Actualizado em 29 Janeiro de 2020 | 21h50

Taça de Angola: Caála e Maquis empatam a um golo

Caála - As equipas do Recreativo da Caála e do Bravos do Maquis do Moxico não foram além de um empate a um golo, na tarde desta quarta-feira, em partida da primeira mão dos oitavos de final da Taça de Angola em futebol.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Num jogo bem disputado, do inicio ao fim, apesar dos falhanços de ambos conjuntos, com realce para os donos de casa, os visitantes adiantaram-se no marcador, aos 28 minutos, quando Gazeta, na sequência de uma jogada de insistência dentro da área contrária, fez a diferença.

Daí em diante, pouco ou nada as duas equipas fizeram para alterar o resultado, que se manteve até ao intervalo.

Na etapa complementar, os “caalenses”, puxados por mais de quatro mil espectadores, chegaram a igualdade aos 61 minutos, por Makusa, depois de várias insistências no interior da área contrária, que recuou por completo, com objectivo de assegurar a magra vantagem que trazia do intervalo.

Apesar de jogar mais recuado, o Bravos do Maquis por pouco não chegava ao segundo golo, com o remate de Mayungo, aos 84, à entrada da área, a ser travado pelo guarda-redes Anselmo, com uma defesa extintiva, que lhe valeu fortes aplausos do público presente no estádio do Recreativo da Caála, na cidade com o mesmo nome.

Em resposta, isolado por Makusa, Paizinho, aos 90 minutos, rematou a escassos centímetros da baliza, numa altura em que o guarda-redes já estava parcialmente batido.

O desafio da segunda mão, desta que é considerada a segunda maior prova futebolística do país, depois do Girabola, acontece na próxima quarta-feira (05 de Fevereiro), no reduto do Bravos do Maquis, isto na província do Moxico.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também