Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

17 Julho de 2017 | 19h28 - Actualizado em 17 Julho de 2017 | 19h31

Angola: BNA vende 221, 6 milhões de euros

Luanda - O Banco Nacional de Angola (BNA) vendeu, nos últimos sete dias, 221,6 milhões de euros (equivalente a USD 247,6) aos bancos comerciais, dos quais 104,4 milhões para a cobertura de operações de diversos sectores.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Notas de 500 Euros

Foto: Divulgação

Em comparação com o período anterior observa-se uma redução nas vendas, visto que foram  naquele período (03 a 07 de Julho), vendidos  236,4 milhões de euros aos bancos comerciais.  

 Neste período em balanço, o BNA vendeu também 26,5 milhões de euros para a cobertura de operações com cartas de crédito asseguradas pelo banco central para o sector produtivo e bens alimentares, 17,9 milhões de euros para o sector petrolífero e 10,7 milhões de euros destinados às companhias aéreas..

De acordo com o relatório do banco central a que a Angop teve acesso nesta segunda-feira,  foram  também  vendidos 9,6 milhões de euros para a cobertura de operações do sector de Energia e Águas, 9,2 milhões para viagens, ajuda familiar, saúde e educação.

 Foram de  igual modo  colocados à  venda  9,0 milhões para a cobertura de operações de cartões de crédito, igual  valor para  às  casas de  câmbio e para remessas,  7,5 milhões de euros para os ministérios e organismos do Estado e  7,0 milhões euros para o sistema de pagamento a retalho.

Neste período, o  Banco Nacional de Angola  vendeu, de igual modo, 1,3 milhões  de euros para operações de salários dos expatriados e  485,5 mil para o sector  da Agricultura.

A taxa de câmbio média de referência de venda do Dólar Americano do mercado cambial primário, apurada ao final da semana foi de USD=Kz 166,744, enquanto que  a do EURO  foi de  EUR=Kz 186,298, de acordo com o documento.

No quadro das operações fiscais, para a gestão corrente do Tesouro Nacional, o BNA,  enquanto operador do Estado, colocou no mercado primário Títulos do Tesouro no montante de Kz 6,7 mil milhões, sendo 5,6 mil milhões  de kwanzas em bilhetes do tesouro (BT) e  1,1 mil milhões  de kwanzas  em obrigações do tesouro indexadas ao câmbio (OT-TXC).

Neste período,  as  OT-TXC emitidas foram nas maturidades de 3 e 5 anos à taxas de juro nominal de 7,00% e 7,75% ao ano.

Enquanto isso,  as taxas de juro médias apuradas para os BT nas maturidades de 91, 182 e 364 dias situaram-se em  16,15%aa para 91 dias, 20,25%aa para 182 dias e  23,90%aa para 364 dias.

No segmento de venda directa de títulos ao público foi colocado o montante de  12,9 mil milhões de kwanzas  em BT nas maturidades de 91, 182 e 364 dias e OT na maturidade de 3 anos.

Para efeitos de regulação monetária, o BNA realizou operações de mercado aberto (OMA) no montante de Kz 90,8 mil milhões, nas maturidades de 7, 28 e 63 dias, à taxas médias de juro de 7,50%, 11,00% e 13,00% ao ano, respectivamente.

No mercado interbancário,  os bancos comerciais realizaram entre si operações de cedência de liquidez sem garantia de títulos, no montante acumulado de  17,2 mil milhões de kwanzas  em maturidades de 1 a 30 dias, a taxa média de juro entre 18,63% à 22,40%aa.

A LUIBOR overnight (1 dia), apurada no último dia da semana, com base nas cedências de liquidez acima referidas, situou-se em 22,35%aa, com variação de 0,05pp face à semana anterior.

Enquanto isso, a LUIBOR para as maturidades de 30, 90, 180, 270 e 360 dias situou-se em 18,63%aa., 20,18%aa., 21,67%aa., 23,00%aa. e 24,51%aa., com variação de -0,05pp, a 0,06pp em todas as maturidades, face a semana anterior.

Assuntos Banca  

Leia também
  • 14/07/2017 16:11:56

    Angola: Empresários devem criar projectos viáveis para atrair crédito do Exim-Bank-Índia

    Luanda - Os empresários angolanos devem criar projectos viáveis que satisfaçam os requisitos exigidos pela linha de crédito do Banco de Exportações e Importações da Índia (Exim-Bank-Índia), para acederem ao financiamento, defendeu hoje, sexta-feira, em Luanda, o presidente da Associação Angolana de Bancos (ABANC), Amílcar Silva.

  • 14/07/2017 13:38:30

    Huíla: BFA convida empresários da Matala ao crédito

    Matala - As empresas do município da Matala, província da Huíla, que pretendam se candidatar a um financiamento do Banco de Fomento Angola (BFA), devem apresentar projectos exequíveis, que permitam o rápido reembolso do montante.

  • 10/07/2017 20:36:37

    Angola: BPC vende mais de 200 mil milhões de kwanzas à Recredit

    Luanda - Duzentos e 31 mil milhões de kwanzas é o valor da carteira de crédito mal parado que o Banco de Poupança e Crédito (BPC) prevê vender à Recredit, no âmbito do plano de recapitalização da instituição financeira.