Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

08 Janeiro de 2019 | 15h46 - Actualizado em 08 Janeiro de 2019 | 20h11

Grupo Webcor adquire Lactiangol por USD 30 milhões

Luanda - A Lactiangol, principal unidade industrial de lacticínios de Angola, foi adquirida recentemente pelo grupo Webcor, num negócio avaliado em 30 milhões de dólares norte-americanos, soube hoje a Angop.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Unidade fabril da Lactiangol, na avenida Deolinda Rodrigues (arquivo)

Foto: Pedro Parente

Fundada em 1978 na República  Democrática do Congo, a Webcor comercializa os seus produtos em Angola há 27 anos e reforça  assim a sua presença no sector industrial  com a  compra da Lactiangol.

"Angola vive um momento decisivo de mudança na economia, diversificando de comércio e distribuição para a industrialização local e juntamente com os nossos parceiros locais seremos um dos principais players dessa mudança", afirma Wissam Nesr, CEO do Grupo Webcor, numa nota de imprensa enviada à Angop.

O novo plano de negócios estabelecido para 2019 é de desenvolver a produção da Lactiangol multiplicando a sua capacidade produtiva em todas as categorias de produtos lácteos possíveis, tais como: leite ultrapasteurizado (UHT), leite achocolatado, iogurte sólido natural e aromatizado, iogurte líquido, manteiga pasteurizada, sumos, gelados, leite condensado, queijos, bem como sobremesas lácteas.

A estratégia do Grupo Webcor é elevar a produção e a qualidade dos produtos da Lactiangol para um novo patamar, promovendo mais ainda a marca, esta reconhecida marca, tornando-a líder de mercado no seu segmento, ao mesmo tempo optimizando a cadeia de valor através do incentivo da produção local de leite que hoje corresponde apenas a 7% das necessidades da fábrica.

Criada em Março de 1994,  a Lactiangol tornou-se ao longo dos seus já 25 anos de existência, na principal unidade industrial de Lacticínios de Angola, sendo a empresa líder destacada no mercado nacional na sua área de actividade.

Com instalações modelares em permanente evolução e um corpo técnico especializado, a Lactiangol detém uma vasta experiência e “know how”, dispondo de uma gama alargada de produtos por si manufacturados e distribuídos em várias regiões do País.

Em  2018, apenas 20 mil dos 200 mil litros de leite natural comprados semanalmente pela empresa era adquirido em território nacional devido à baixa oferta desta matéria-prima no mercado interno.

A  unidade fabril produz 300 mil litros de leite por semana, mas tem uma capacidade instalada para meio milhão de litros por semana.

A capacidade instalada foi  resultante de um investimento feito em 2017 pela empresa, avaliado em 30 milhões de dólares norte-americanos.


 

Assuntos Economia   Industrias  

Leia também
  • 04/02/2019 12:48:02

    Luanda acolhe Fórum Empresarial França-Angola

    Luanda - Um Fórum Empresarial França-Angola, que contará com a participação de uma comitiva de representantes de grandes empresas francesas do Movimento de Empresários Francês (MEDEF), será realizado na próxima terça-feira (5), em Luanda.

  • 02/02/2019 07:25:27

    Metas do Prodesi passam por financiamento bancário

    Luanda - Os bancos comerciais terão papel fundamental, através da disponibilização do crédito, nos projectos do Programa de Apoio à produção, diversificação das exportações e substituição das importações "PRODESI", argumentaram economistas ouvidos pela Angop.

  • 02/02/2019 06:20:13

    Economistas consideram oportuna revisão do OGE/2019

    Luanda - O economista Lopes Paulo considerou nesta quinta-feira, em Luanda, um imperativo a revisão em baixa do Orçamento Geral do Estado (OGE/2019), com preço referência do barril de petróleo a situar-se entre 50 a 55 dólares.

  • 01/02/2019 20:07:05

    Construção da barragem de Baynes estimada em USD 1,2 mil milhões

    Cacuso - A construção da barragem hidroeléctrica Binacional de Baynes, com início previsto para 2021, no rio Cunene, fronteira entre Angola e a Namíbia, está estimada em 1,2 mil milhões de dólares, avançou hoje (sexta-feira), em Malanje, o ministro angolano da Energia e Águas, João Baptista Borges.