Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

19 Março de 2019 | 17h36 - Actualizado em 19 Março de 2019 | 17h36

Huíla regista produtores para ajudá-los a vender

Matala - O gabinete provincial de desenvolvimento económico integrado da Huíla prevê cadastrar, até Outubro deste ano, mais de 50 mil produtores de bens e serviços da província, para ajudá-los a divulgar a produção por via do Programa de apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (Prodesi).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Huíla: Agricultores de Quipungo

Foto: Belarmina Paulino

Para tal, o gabinete começou o cadastramento dos produtores no princípio deste mês e já foram registados 273 produtores rurais.Esta cifra, segundo o director Nandy Capenda, está muito aquém das s expectativas, mas os trabalhos decorrem ao nível dos 14 municípios da província.

O objectivo da recolha desses dados é conhecer o que e quanto se produz, cadastrar a produção numa plataforma e dar a conhecer às grandes superfícies comerciais, para facilitar o escoamento e o comércio.

O gestor fez saber que o "Prodesi" tem como finalidade promover a competitividade dos produtos feitos em Angola, por via do aumento do seu acesso aos consumidores finais, através de uma ferramenta electrónica que permite divulgar de forma gratuita a produção nacional ao nível do país e no exterior.

Explicou que o portal é uma ferramenta importante no processo de localização, quantificação e acesso da produção local por parte dos consumidores internos e externos, para acabar com os problemas da deterioração dos produtos do campo, bens e serviços por falta de escoamento, assim como criar políticas sustentáveis de comercialização da colheita.

O responsável fez saber que ao nível da província da Huíla já foram cadastrados produtos como, carne suína e de vaca, mandioca, milho, feijão, batata-rena, doce, cebola, alho, cenoura de produção de cooperativas agrícolas e agricultores individuais.

Pediu aos produtores da província para aderirem ao Prodesi para permitir registar numa plataforma electrónica no endereço www.ppn.co.ao, onde podem submeter os seus produtos, serviços e bens produzidos localmente, para a sua divulgação no país e no exterior.

Leia também
  • 15/03/2019 21:27:12

    Agricultura traça estratégias para sustentabilidade dos projectos

    Huambo - O ministério da Agricultura e Desenvolvimento Florestal está a traçar estratégias cuja execução vai permitir garantir a sustentabilidade dos projectos em curso no sector, no quadro do programa do aumento da produção agrícola nacional.

  • 15/03/2019 21:18:36

    Projecto de agricultura familiar apoia mais de nove mil camponeses

    Huambo - Nove mil e 792 camponeses, das províncias do Huambo, Bié e Malanje, já se beneficiaram, desde Dezembro de 2016, do apoio do Projecto de Agricultura Familiar Orientada para o Mercado (MOSAPII), financiado pelo Banco Mundial (BM)

  • 14/03/2019 18:13:15

    Incêndio destrói dois armazéns na Huíla

    Lubango - Dois armazéns do estabelecimento comercial "Nossa Casa" do grupo Ango Mart foram totalmente destruídos por um incêndio de grandes proporções, presumivelmente provocado por um curto-circuito, segundo o corpo de bombeiros.