Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

17 Junho de 2019 | 12h44 - Actualizado em 17 Junho de 2019 | 12h43

CNUCED e UE formam quadros no sector da madeira e mel

Luena - Técnicos dos sectores da madeira e do mel das províncias do Moxico, Luanda, Uíge, Cabinda, Huambo, Bié, Lunda Sul, Cuando Cubango e Cunene participam desde hoje, no Luena, numa formação sobre novas ideias para promoção e desenvolvimento destes produtos.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Moxico: Formação de produtores da Madeira e Mel

Foto: kinda kyungu

Moxico: Representante da Conferência das Nações Unidas para o Comércio e Desenvolvimento( CNUCED), Henrique Pacini

Foto: kinda kyungu

Com a duração de cinco dias, a acção formativa, que conta com o apoio da Conferência das Nações Unidas para o Comércio e Desenvolvimento CNUCED e da União Europeia, tem por objectivo aumentar as capacidades de análise das políticas nacionais, incluindo temas de harmonização e certificação de produtos “verdes”.

Transferir conhecimentos transversais sobre progresso nos produtos verdes, certificação e processos de exportação para o mel e a madeira, constitui igualmente objectivo da formação.

O encontro está a abordar temas como “Oficina participativa para mapeamento de incentivos e barreiras locais”, “Mel e madeira em Angola”, “Políticas de fomento”, “Exportação de mel e da madeira”, “Produtos verdes, mudanças climáticas” e “Estratégias para a agregação de valor”.

No acto de abertura, o representante da Conferência das Nações Unidas para o Comércio e Desenvolvimento (CNUCED), Henrique Pacini, disse que o evento se enquadra na componente de formação de quadros para o Comércio II “ACOM” e visa ajudar Angola e seus participantes a desenvolver produtos, métodos e ideias novas para desenvolver mercados de exportações.


O representante do CNUCED avançou que a iniciativa que conta com a participação de madeireiros, apicultores, responsáveis dos bancos comerciais, empresários, efectivos da Polícia Nacional e visa aumentar renda, diminuição da pobreza e desenvolvimento local para Angola.


Quanto ao aproveitamento do mel e a madeira, frisou que se pretende agregar ideias e conhecimentos para descobrir formas positivas para a natureza, a fim de resultar no dinamismo do sector para dar mais emprego e posterior desenvolvimento económico no país.  

Henrique Pacini afirmou que a sua instituição tem apoiado igualmente projectos no Empreendedorismo, logísticas, economias criativas, diplomacia comercial entre outras acções de impacto socioeconómico.  

Ao enaltecer a a iniciativa da CNUCED, o vice-governador do Moxico para o sector Político, Económico e Social, Carlos Alberto Masseca, augurou que o encontro seja uma oportunidade para os participantes pesquisarem e investirem também na pesca continental e cogumelos que abundam na região.   

O programa de Formação de Quadros para o Comércio II é um convénio do Governo de Angola e a CNUCED, com apoio da União Europeia, cujo primeiro encontro foi realizado, no ano transacto, em Luanda, direccionado aos técnicos do Ministério do Comércio.

O worshop sobre revisão nacional de exportações verdes de angola é uma programação conjunta União europeia, CNUCED e do Projecto apoio ao Comércio (ACOM).

Leia também
  • 15/06/2019 23:20:51

    PR recomenda implementação do IVA a partir deste ano

    Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, recomendou, este sábado, em Luanda, que o Governo avalie o melhor momento para o início da cobrança do imposto sobre o valor acrescentado (IVA), preferencialmente ainda a partir deste ano.

  • 15/06/2019 09:26:02

    Entrada em vigor do IVA adiada para Outubro

    Luanda - O Governo e o Grupo Técnico Empresarial (GTE) encarregue do assunto decidiram, sexta-feira, em Luanda, adiar para Outubro do ano em curso, a entrada em vigor da cobrança do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA).

  • 14/06/2019 18:31:52

    Banco Mundial leva à consulta pública quadro de parceria

    Luanda - O Banco Mundial em Angola lança na próxima segunda-feira (17), via online, a consulta pública iniciada em Maio último, com vista a colher mais contribuições da sociedade, através do seu website, www.worldbank.org/pt/country/angola.