Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

17 Junho de 2019 | 18h28 - Actualizado em 17 Junho de 2019 | 19h55

Madeireiros querem organizar actividade

Luena - Madeireiros da província do Moxico querem harmonizar a exploração da madeira, com vista a proteger o ambiente, afirmou hoje, no Luena, o presidente da associação, Frederico Salvador Paulino.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Moxico: Presidente da Associação Nacional dos Industriais de Angola (ANIMA), José Veríssimo

Foto: kinda kyungu

Moxico: Presidente da Associação dos Madeireiros na Província do Moxico, Frederico Salvador Paulino

Foto: kinda kyungu

O presidente da associação, que falava à Angop, após ser reeleito do cargo, por mais quatro anos, disse pretender incluir as estruturas do Estado, sobretudo da fiscalização, nas acções de exploração da madeira.

A ideia é fazer a reposição das árvores nas zonas de exploração, para corresponder à política do Executivo, segundo a qual onde sai uma árvore deve se plantar três.

Além de reorganizar a classe, consta ainda do programa de Frederico Paulino, a realização de uma actividade sobre a exploração de madeira que dê rendimentos e se repercuta na economia e vida da população local.

Por seu turno, o presidente da Associação Nacional dos Industriais e Madeireiros de Angola (ANIMA), José Veríssimo, espera da nova direcção dinamismo e abnegação, visto que as províncias do Moxico e Cuando Cubango registaram nos últimos anos “desordem” no exercício dessa actividade.

O responsável promete uma fiscalização redobrada da actividade de exploração na próxima campanha, para evitar que volte a acontecer o “garimpo” no sector madeireiro. 

Constam igualmente do novo elenco directivo, Dimas Bravante (vice-presidente) e Marcolino Prata (secretario-geral).

Com 45 membros, a Associação Provincial dos Madeireiros do Moxico existe desde Maio de 2016.     


 

Leia também
  • 17/06/2019 18:19:45

    Satélite "Cansat" vai servir para estudos

    Luanda - O micro satélite designado "Cansat", que Angola vai lançar nesta quarta-feira, na localidade Cabo Ledo, em Luanda, servirá para fins educacionais, informou hoje o director do gabinete de comunicação e imprensa do Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação (MTTI), António de Sousa.

  • 17/06/2019 12:44:17

    CNUCED e UE formam quadros no sector da madeira e mel

    Luena - Técnicos dos sectores da madeira e do mel das províncias do Moxico, Luanda, Uíge, Cabinda, Huambo, Bié, Lunda Sul, Cuando Cubango e Cunene participam desde hoje, no Luena, numa formação sobre novas ideias para promoção e desenvolvimento destes produtos.

  • 15/06/2019 23:20:51

    PR recomenda implementação do IVA a partir deste ano

    Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, recomendou, este sábado, em Luanda, que o Governo avalie o melhor momento para o início da cobrança do imposto sobre o valor acrescentado (IVA), preferencialmente ainda a partir deste ano.