Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

12 Outubro de 2019 | 10h01 - Actualizado em 12 Outubro de 2019 | 10h00

Cardeal afirma que aposta na agricultura contribuirá para diminuição da fome no país

Saurimo - O cardeal Dom Eugénio Dal Corso afirmou nesta sexta-feira, em Saurimo (Lunda Sul), que o Executivo angolano deve apostar mais no sector da agricultura, com vista a contribuir para a diminuição da fome e a pobreza extrema no país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Lunda Sul: Cardeal Dom Eugénio Dal Corso

Foto: António Lourenço

Em entrevista exclusiva à Angop, a margem da II conferência Episcopal de Angola e São Tomé (Ceast), o Cardeal reforçou que para se alcançar tal desiderato o executivo deverá apostar na formação em quantidade e qualidade dos técnicos, nas áreas de agronomia, potenciando com ferramentas necessárias os camponeses para que as famílias possam deixar de praticar agricultura manual e passar para a mecanizada.

Acrescentou que o país é rico em recursos hídricos e terras férteis e apostando seriamente na agricultura absorverá mais famílias no trabalho do campo.

Deverá igualmente prestar maior atenção aos empreendedores que pretendam erguer empresas ligadas à agricultura.

Quanto ao combate à corrupção, elogiou todas as acções levadas a cabo pelo Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço, e os órgãos judiciais na luta contra este mal, pois só assim será possível credibilizar e atrair mais investidores estrangeiros para o país.

Sublinhou que o momento actual é propício para a aprovação de reformas políticas que beneficiem directamente o povo, que mais tem ressentido a extrema pobreza.

Dom Eugénio Dal Corso afirmou que o país caminha bem, tendo em conta a busca incessante de soluções para o seu desenvolvimento, através de  parcerias (público e privado).

Referiu que, apesar destas medidas, há registo de pobreza no seio das comunidades rurais e não só, por este facto, deve o Executivo trabalhar forte na aposta ao sector agrícola, criando escolas agrárias nas províncias, para a formação de técnicos e camponeses, com vista a melhorarem o seu trabalho de campo.

No tocante as assimetrias regionais, o cardeal avançou que o processo deve ser feito de modo justo, atribuindo-se quotas de empregabilidade igual ou razoável a cada circunscrição, construir e reconstruir infra-estruturas de forma prioritária para evitar o êxodo populacional em regiões regiões mais desenvolvidas.

Pontualizou que as assimetrias regionais, fundamentalmente entre o litoral e o interior, têm causado despovoamento e o envelhecimento de uma vasta parcela de terras, bem como a desertificação de algumas zonas do país, por isso devem ser melhoradas as políticas de construção de infra-estruturas.

Disse que para o sucesso desta empreitada (combate as assimetrias regionais), os jovens devem contribuir com ideias construtivas, trabalhar com as autoridades, apostar no empreendedorismo, facilitar sem burocracia as iniciativas do sector privado.

Relativamente a implementação do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA), o cardeal elogiou a postura do Executivo, pois trata-se de um imposto cobrado também em outros países.

Acredita que, com a sua cobrança, o Estado angolano vai alargar os seus projectos tendentes a melhorar as condições de  vida do povo.

Leia também
  • 11/10/2019 18:51:21

    Associação "General Nguetu" beneficia de instrumentos agrícolas

    Lucala - Cinquenta camponeses da associação "General Nguetu" afecto aos antigos combatentes, da povoação do Mbondo Capoco, município do Lucala, província do Cuanza Norte, beneficiaram hoje de instrumentos agrícolas doados pelo Ministério dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria e pela Administração Municipal do Lucala.

  • 09/10/2019 19:29:06

    Governante quer maior rigor na fiscalização dos preços dos produtos

    Saurimo - O governador provincial da Lunda Sul, Daniel Neto, manifestou, hoje em Saurimo, a necessidade de haver maior rigor por parte da Administração Geral Tributária (AGT) na fiscalização dos preços dos produtos, sobretudo os da cesta básica que estão a ser especulados, com a entrada em vigor do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA).

  • 03/10/2019 18:34:38

    PAPE prevê criar 250 mil empregos dentro de três anos

    Menongue - O Plano de Acção de Promoção à Empregabilidade (PAPE), a ser implementado durante três anos (2019-2021), vai beneficiar 250 mil jovens com microcréditos, cursos de empreendedorismo e formação profissional.