Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

21 Outubro de 2019 | 17h03 - Actualizado em 21 Outubro de 2019 | 17h02

ENDE prevê 1,1 milhão de clientes no pré-pago

Luanda - Um milhão e 150 mil clientes de energia eléctrica da rede pública do país, que ainda pagam por estimativa, estarão inseridos no sistema pré-pago até 2022, anunciou hoje a presidente do conselho de administração da Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE), Ruth Safeca.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Técnicos da ENDE trabalham na expansão das linhas de distribuição (arq)

Foto: Pedro Parente

Actualmente a ENDE conta com um milhão e 600 consumidores, dos quais um milhão e 150 mil no pós-pago e 450 mil no sistema pré-pago.

Segundo a gestora, que falava hoje à imprensa, na abertura de uma formação dos profissionais do sector eléctrico denominado “Mestre de Contador”, pretende-se instalar, a curto prazo, cerca de 500 mil contadores pré-pagos no país, através da assinatura de dois contratos com as empresas ZTE e Hawei (250 mil por cada fornecedor), prevista para os próximos dois anos.

Em relação à formação, dirigida a 76 profissionais desta empresa pública, disse que se pretende dar resposta às necessidades de reparação dos equipamentos electrónicos de cobrança.

Os serviços de agenciamento, feito por alguns parceiros da ENDE desde 2005, conta com 56 agentes e a pretensão é melhorar a eficiência comercial na venda deste serviço.

Ruth Safeca disse existir condições visando garantir o fornecimento de energia eléctrica no país, criação de condições para o abastecimento de cabos, fusíveis e outros equipamentos.

Desde 2018 que a capacidade instalada de energia no país atingiu cinco mil megawatts, fruto dos investimentos feitos nas barragens de Cambambe, Capanda e de Lauca, assim como na Central do Ciclo Combinado do Soyo.

Assuntos Energia  

Leia também
  • 16/10/2019 18:34:43

    Minea realiza palestra sobre benefícios da energia atómica

    Luanda - O Ministério da Energia e Águas (Minea) e a Agência Internacional de Energia Atómica promovem, quinta e sexta-feira, em Luanda, duas palestras sobre “os benefícios da energia atómica para todos nós”.

  • 16/10/2019 12:36:14

    Caculo Cabaça começa gerar energia em 2024

    Luanda - A primeira turbina de um total de quatro da barragem hidroeléctrica de Caculo Cabaça, em construção na província do Cuanza Norte, começa a produzir energia eléctrica a partir de 2024, anunciou o ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges.

  • 15/10/2019 20:15:28

    Investimentos elevam capacidade de fornecimento de energia no Bié

    Luanda - Os municípios do Cuito, Camacupa e Chinguar, na província do Bié, dispõem agora de uma capacidade instalada de 86,8 megawatts, resultado dos investimentos do Governo, realizados nos últimos dois anos, no domínio da produção e transporte de energia eléctrica.