Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

07 Abril de 2020 | 14h10 - Actualizado em 08 Abril de 2020 | 11h52

Estado arrecada 19 mil milhões no âmbito do PROPRIV

Luanda - Dezanove mil milhões de kwanzas é o valor arrecadado pelo Estado angolano, pela adjudicação de sete activos, no âmbito do Programa da Privatização (PROPRIV).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ministerio das Finanças

Foto: Clemente Santos

Os sete activos foram adquiridos por cinco empresas  de direito angolano em acto decorrido numa das salas do Ministério das Finanças, sob estrita observância das regras de prevenção e de combate à covid-19.

O Grupo FF Empreendimentos assinou o contrato de adjudicação referente à aquisição da Fazenda Agro-Industrial de Camaiangala, localizada na província do Moxico, por nove mil e setecentos milhões de kwanzas.

Com uma área de 19 mil hectares, inclui uma fabrica de processamento de cereais e estrutura  para a pratica de pecuária.

O concurso, que culminou com a privatização da Fazenda Camaiangala, inclui os empreendimentos agro-pecuários do Longa (Cuando Cubango), Cuimba (Zaire)  e de Sanza Pombo (Uíge).

Foram ainda assinados contratos  de adjudicação  com as empresas Fazenda Pérolas do Kikuxi Telgest, Sociedade Agro-Pecuária do Bailundo, Grupo Edson Droves, pela aquisição dos Matadouros Modulares de Luanda, de Camabatela e do Porto Amboim, do Complexo de Silos de Catete, do Entreposto Frigorifico de Caxito e da Fabrica Processamento de Tomate e  Banana de Caxito.

A sessão de assinaturas foi presidida pelo secretário de Estado para as Finanças e do Tesouro e Coordenador Técnico Permanente do PROPRIV, Osvaldo João.

Na ocasião, explicou que a diversificação da economia se torna mais urgente  e o sector não-petrolífero deverá ser o autor do referido processo.

“Esta etapa sinaliza a confiança no futuro. Os activos cujos contratos foram assinados  constam do programa de privatização do Executivo, que vai continuar a beneficiar da confiança dos investidores“, disse.

Osvaldo João referiu que a confiança está patente pelo facto de nenhum dos activos ter sido alienado abaixo de 80% do preço de referência, tendo  um deles superado a base de licitação.

“O Programa de Privatizações irá prosseguir, apesar  das actuais circunstâncias adversas, e vai cumprir com o seu papel na dinamização da economia”, frisou.

Para Elizabeth Dias dos Santos, administradora da Fazenda Pérola do Kikuxi, representa um ganho, visto que o país vai deixar de ter empreendimentos parados. 

“O momento é crítico, mas é nesta fase que aparecem aqueles que fazem a diferença na economia”, referiu.

Jaime Pereira, da Sociedade Agro-Pecuária do Bailundo SA, que adquiriu os activos do Matadouro Industrial de Camabatela, afirmou que a intenção é recuperar e superar a produção de carne nacional dos tempos idos.   

O Instituto de Gestão de Activos do Estado (IGAPE) procedeu, nesta terça-feira,  à assinatura  dos referidos contratos de adjudicação de sete activos incluídos nos concursos públicos de privatização de empreendimentos agro-pecuários e agro-industriais.

Assuntos Economia  

Leia também
  • 09/04/2020 12:34:23

    Escassez de combustível leva a restrições no fornecimento electricidade

    Dundo - A falta de combustível, particularmente de gasóleo, que se regista no município de Chitato, na província da Lunda Norte, está a causar restrições no fornecimento de energia eléctrica, informou o director da Empresa de Produção de Electricidade (Prodel) na Lunda Norte, Neves António.

  • 08/04/2020 16:24:04

    Multicaixas revalidados ainda sem visibilidade no Express

    Luanda - Os cartões multicaixas que expiraram até 31 Março estão a partir de agora revalidados para mais seis meses, mas de momento não terão ainda visibilidade no canal Multicaixa Express.

  • 06/04/2020 16:20:42

    Auscultação para privatização das unidades têxteis será on-line

    Luanda - O Instituto de Gestão de Activos e Participações do Estado (IGAPE) realizará quinta-feira, 9 de Abril, via on-line, sessões de auscultação ao mercado sobre a privatização das unidades industriais têxteis, dos empreendimentos agro-pecuários e agro-industriais (fazendas).