Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

13 Setembro de 2020 | 18h17 - Actualizado em 13 Setembro de 2020 | 18h15

Obras da ponte sobre o rio Calondo duram quatro meses

Benguela - Uma ponte definitiva em betão armado, com 27 metros de comprimento e 11 de largura, começou a ser construída neste fim-de-semana sobre o rio Calondo, na comuna da Canhamela, município de Caimbambo, província de Benguela, soube hoje, domingo, a Angop.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ponte danificada (arquivo)

Foto: QUINTAS BENJAMIM

O lançamento da primeira pedra da empreitada, com um custo de Akz 511.300.256 (quinhentos e onze milhões, trezentos mil e duzentos e cinquenta e seis kwanzas) e duração de quatro meses, esteve a cargo do director geral adjunto do Instituto Nacional de Estradas de Angola, Manuel Lituai. A empresa chinesa R20 é a construtora.

Na ocasião, o administrador municipal de Caimbambo, José Cambiete, enalteceu a importância do acto, na medida em que a nova ponte vai acabar com os constrangimentos na transitabilidade das pessoas, assim como como vai permitir o escoamento dos produtos do campo para a cidade.

O responsável referiu que a comuna da Canhamela é o maior celeiro do município, assim como possui a maior extensão territorial e é a mais populosa.

Por outro lado, informou que, além dos benefícios em termos de circulação de pessoas e bens, a construção da ponte gerou 25 empregos a cidadãos da circunscrição.

Leia também
  • 11/09/2020 15:08:35

    Caimbambo regista aumento na produção de citrinos

    Benguela- Trinta e três mil e 330 toneladas de limão, laranja e tangerina, foram produzidas este ano no município do Caimbambo, província de Benguela, contra as 27.638 do ano anterior, informou hoje, sexta-feira, o director local da Agricultura Pecuária e Pescas, o agrónomo Euclides Quessongo.

  • 11/09/2020 13:00:26

    Catumbela "desperdiça" 120 hectares de terras agricultáveis

    Catumbela - Pelo menos 120 hectares de terra agricultáveis encontram-se ainda subaproveitados no perímetro agrário da Catumbela, província de Benguela, face ao assoreamento de 35 quilómetros de drenos principais na região.

  • 08/09/2020 16:43:54

    Administração do Balombo vai relançar agricultura familiar

    Benguela - A administração municipal do Balombo vai, doravante, expandir a agricultura familiar de pequena escala, visando atingir níveis mais altos, apoiando-se no rico potencial hídrico existente na circunscrição, afirmou hoje, segunda-feira, a sua nova titular, Lúcia Chilapa Moisés, após a tomada de posse.