Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

20 Setembro de 2019 | 16h46 - Actualizado em 20 Setembro de 2019 | 16h46

Investigação científica deve repercutir-se no bem-estar da população

Huambo - Os trabalhos de investigação científica devem repercutir-se na melhoria dos conteúdos académicos e na promoção do bem-estar da população, referiu hoje, sexta-feira, a vice-reitora da Universidade José Eduardo dos Santos (UJES), Virgínia Lacerda Quartin.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O repto foi lançado durante a abertura das jornadas científicas da Faculdade de Direito em alusão as comemorações dos 107 anos da fundação da cidade do Huambo, capital do planalto central de Angola, a assinalar-se a 21 deste mês.

Virgínia Lacerda Quartin realçou que os trabalhos de investigação científica dos estudantes das unidades orgânicas da UJES têm que ter um carácter e impacto social, capazes de produzirem resultados que reflecte, de forma directa, na vida da população em vários níveis, de modo original e promotor do ensino de qualidade.

A vice-reitora disse ainda que a universidade deve produzir conhecimentos científicos que estimulem o desenvolvimento sustentável do país, devendo, para o efeito, apostar-se numa investigação científica séria e que permita ao Governo tomar decisões pontuais sobre a melhoria do bem-estar das comunidades.

Sob o lema “A universidade e a sociedade juntos nos desafios do desenvolvimento”, o evento, que conta com 200 participantes, entre docentes, investigadores e discentes, está analisar temas como “A plenitude orçamental e autarquia financeira”, “Responsabilidade civil por danos causados por animais: uma responsabilidade subjectiva ou objectiva”.

Constam ainda, entre os temas do certame, “O costume como fonte de direito no ordenamento jurídico angolano”, “A conformação constitucional das penas composta e mistas combinadas no Código Penal angolano” e “Assistência jurídica e o seu impacto na vida das comunidades mais desfavorecidas”.

Para além de Direito, a Universidade José Eduardo dos Santos possui, na província do Huambo (sede da mesma), o Instituto Superior Politécnico, as Faculdades de Economia, Medicina Humana, Medicina Veterinária e Ciências Agrárias. Conta ainda com as escolas Superiores Politécnicas nas províncias do Bié e Moxico.

Considerada no passado por cidade vida de Angola, a capital da província com o mesmo nome, foi fundada pelo então governador-geral de Angola, general José Mendes Ribeiro Norton de Matos.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 13/09/2019 21:58:05

    Secretário de Estado incentiva aposta na produção científica

    Huambo - O secretário de Estado para o Ensino Superior, Eugénio Adolfo Alves da Silva, incentivou hoje, sexta-feira, no Huambo, os professores universitário a apostarem mais na produção científica, por ser um dos principais factores para avaliação do desempenho individual.

  • 09/09/2019 21:03:53

    Falta de instrumento jurídico inviabiliza plano de estágio curricular

    Huambo - A falta de um instrumento jurídico sobre a obrigatoriedade das instituições permitirem, de forma gratuita, o estágio curricular, tem inviabilizado o desenvolvimento deste processo, que visa aperfeiçoar a competência técnica e académica dos estudantes.

  • 06/09/2019 20:49:24

    População de Sachitemo beneficia de escola do ensino primário

    Chicala-Cholohanga - A população do sector de Sachitemo, município da Chicala-Cholohanga, província do Huambo, beneficiou hoje, sexta-feira, de uma escola do ensino primário, para albergar 420 alunos, em sete salas de aula, construída pela empresa chinesa “JIAGZHOU AGRICULTURE”, no quadro da sua responsabilidade social.