Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

03 Janeiro de 2020 | 14h01 - Actualizado em 03 Janeiro de 2020 | 16h23

Gestão Informática domina opção dos candidatos

Ondjiva - O curso de gestão informática dominou a escolha dos candidatos as inscrições para o exame de acesso ao Instituto Superior Politécnico, na província do Cunene, para preencher as 325 vagas disponíveis neste ano, mais 30 em relação a 2019.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Cunene: Alberto Cipriano - Porta-Voz

Foto: JOSÉ CACHIVA

A Angop apurou no primeiro de dia de inscrições (quinta-feira) que a afluência é considerável, pois existe vontade dos jovens ingressarem no ensino superior e adquirirem conhecimentos, visando contribuir para o desenvolvimento do país.

A instituição ministra os cursos de Enfermagem, Análises Clínicas, bem como Engenharias de Agronomia, Hidráulica e Gestão Informática. Na Escola Superior Pedagógica, onde é leccionado o curso de Ensino de Biologia, existem 80 vagas.

Segundo o porta-voz de ambas instituições do ensino superior no Cunene, Alberto Cipriano, este ano houve um aumento de 30 novas vagas no curso de engenharia hidráulica, no Instituto Superior Politécnico, devendo contar com duas turmas compostas por 60 estudantes cada.

Para as inscrições, com término previsto para 11 de Janeiro, os candidatos devem apresentar o certificado de habilitações, fotocópia do Bilhete de Identidade (BI), declaração militar, do serviço e o talão que justifica o pagamento da inscrição no valor de quatro mil kwanzas.

Os exames de acesso para os candidatos estão previstos para os dias 20 a 25 deste mês.

Para o candidato João Luwawa, a opção pelo curso de Gestão Informática surge por ser de grande procura no mercado de emprego, pois actualmente quase tudo tem a ver com informática.

A Escola Superior Pedagógica de Ondjiva foi criada em 2014, através do Decreto Presidencial nº178/14 que aprova a VII Região Académica da Universidade Cuito Cuanavale, com sede em Menongue integrando as províncias do Cunene e Cuando Cubango.

O Instituto Superior Politécnico de Ondjiva em funcionamento desde 2009, antes pertencente a VI Região Académica da Universidade Mandume ya Ndemufayo, com sede na Huíla, passando em 2014 para tutela da Universidade Cuito Cuanavale.

As duas unidades de ensino superior albergam anualmente um universo anual de 1.350 estudantes, assegurados por 99 docentes, entre nacionais e estrangeiros.

Bengo

Novecentas e quarenta vagas estão disponíveis para o ano lectivo 2020 nas duas únicas instituições do ensino superior na província do Bengo.

A Escola Superior Pedagógica do Bengo (instituição pública) tem disponíveis 460 vagas, que serão repartidas em 220 para o período diurno e  240 para o pós-laboral, nos cursos de História, Matemática, Informática e Língua Portuguesa.

Este número de vagas é inferior a oferta do ano lectivo anterior, em que estavam disponíveis 700 lugares para os cursos de licenciatura em Língua Portuguesa, Matemática, História e Pedagogia, nos períodos diurno e nocturno.

A oferta foi reduzida, tendo em conta o facto de os cursos de Pedagogia e Psicologia não terem novos estudantes.

Já o Instituto Superior Técnico de Angola (ISTA), instituição de ensino privado, tem  à disposição 500 vagas, nos cursos de Psicologia (200 vagas), Contabilidade (100), Direito (100) e Comunicação Social (100).

Huíla

Oitocentas e 95 vagas estão disponíveis no Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED/Huíla), para os 14 cursos a leccionar no presente ano lectivo, contra as 900 fornecidas no ano académico de 2019.

As vagas estão distribuídas em 355 para o período diurno e 390 para o pós-laboral, no Lubango, assim como 60 para Caluquembe e 90 para a Matala, ambos no período nocturno, segundo afirmou à Angop, nesta cidade, o director-geral daquela instituição do ensino superior, José Luís Alexandre.

Detalhou que as vagas estão distribuídas em 55 para cada curso, das quais 25 para o diurno e 75 para o nocturno, com excepção do curso de Educação Física, que conta com 30 e os municípios que leccionam nos cursos no período pós-laboral com 30 lugares para cada curso.

Namibe

Mil e duzentas  e cinquenta vagas estão disponíveis nos dois institutos superiores públicos afectos à Universidade Mandume Ya-Demufayo: Escola Superior Politécnico e Escola Superior Pedagógica  do Namibe.

O decano da Escola Superior Pedagógica  do Namibe, Bernardo Camunda em declarações à Angop, disse estarem disponíveis 700  vagas, sendo 300 vagas para o ensino regular, 400 para o pós laboral em seis cursos:  biologia, geografia,  física, magistério primário, matemática e química.

Já a Escola Superior Politécnico na pessoa do seu director  adjunto em exercício para área  académica, Óscar Mavungo Cumbo, disse que estão disponíveis 550 vagas, em seis cursos, subdivididos em  350 para regular e 200 para pós laboral, nas cadeiras de biologia marinha, contabilidade e gestão, engenharias  do ambiente, eléctrica, mecânica  e metalúrgica.

Bié

Quinhentas e setenta e cinco novas vagas estão disponíveis neste ano (2020) na Escola Superior Pedagógica do Bié, para os candidatos que queiram ingressar pela primeira vez, naquela instituição académica.

Lunda Sul

Quinhentas vagas estão disponíveis na Escola Superior Politécnica da Lunda Sul afecto a Universidade Lueji A'nkonde para o ano académico/2020, revelou hoje, sexta-feira, em Saurimo, o seu decano, Fidel Manassa.

De acordo com o responsável, houve uma diminuição de 220 vagas contrariamente ao ano de 2019, tendo explicado que uma das razões tem a ver com a exiguidade de salas de aulas e as próprias infra-estruturas que não oferecem condições.

Leia também