Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

05 Junho de 2020 | 19h23 - Actualizado em 08 Junho de 2020 | 11h05

Piaget forma docentes para ensino à distância

Benguela - O Instituto Superior Politécnico Jean Piaget de Benguela colocou hoje, sexta-feira, no mercado, o primeiro grupo de 33 docentes especializados em ensino à distância, formados nesta instituição, apurou a Angop.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Benguela: Instituto Superior Politécnico Jean Piaget

Foto: Rosário Miranda

Trata-se de docentes provenientes das províncias de Benguela, Luanda, Cuanza Sul, Uíge, Lunda Norte e alguns portugueses que concluíram a formação de especialização de 45 dias e receberam os respectivos certificados.  

Durante o curso, os formandos aperfeiçoaram o domínio das Tic's, da utilização de mensagens e imagens através do mundo virtual e das plataformas como Zoo, Chat e Whatsaap.

Segundo o governador de Benguela, Rui Falcão, o ensino superior deve ser o motor do desenvolvimento, particularmente da investigação científica.

Referiu que hoje, no mundo, o ensino à distância já é uma prática corrente e, felizmente, o Piaget tem as rédeas de o transportar para o nosso país.

“É uma primeira etapa, naturalmente seguir-se-ão outros períodos de formação e é preciso ir aumentando este leque e fazer que os estudantes virtuais sejam cada vez mais, desanuviando as infra-estruturas académicas que vamos criando em todo o país”, disse o governante.

Para o responsável, é preciso, nos momentos de crise, haver criatividade e, embora tenham planificado esta acção antes de se ter entrado em período de crise, é bom saber que aproveitaram o momento ideal para exponenciar a iniciativa.

Falando aos presentes, a coordenadora do curso de formação de “Professores do Futuro”, Ana Peréz, disse que foram seis semanas de trabalho árduo, esforço e dedicação, tendo os formandos passado por diferentes testes de adaptação ao novo contexto.   

“Dentro de dias, outro grupo, de 33 docentes, começa a formação e esperamos atingir 180 nesta primeira fase”, perspectivou.

A formanda Cândida Catrongo disse que vai agora organizar e redefinir a sua actuação no relacionamento docente-discente.

“Vimo-nos obrigados a mudar o nosso comportamento, atitude e procedimentos por força desta pandemia”, referiu.

Pedro Gomes, outro formando, disse que, apesar da situação que vivemos, fruto da Covid-19, a formação representa uma mais-valia, porque adquiriram conhecimentos que os poderá catapultar para a melhoria da qualidade do ensino à distância.

“Hoje, o país começa a dar novos passos e, apesar de se estar em fase embrionária neste capítulo, acreditamos ser possível a disseminação do ensino à distância, não obstante as limitações dos nossos estudantes em termos de acesso e domínio das Tic's”, concluiu.

Leia também
  • 13/05/2020 17:14:58

    Balombo em vias de ganhar duas novas escolas

    Benguela - Mil e 260 novos alunos entrarão, em 2021, no sistema de ensino, com a construção de duas novas escolas nas comunas de Makamombolo e Chingongo, município do Balombo, 185 quilómetros a nordeste da cidade de Benguela.

  • 08/05/2020 18:04:02

    Novas escolas absorvem 1.260 alunos no Balombo

    Benguela - Mil e 260 novos alunos vão ser absorvidos pelo sistema de ensino, no próximo ano lectivo, com a entrada em funcionamento de duas novas escolas nas comunas de Makamombolo e Chingongo, município do Balombo, 185 quilómetros a nordeste da cidade de Benguela.

  • 06/05/2020 21:46:55

    Benguela inclui cinco escolas no PIIM

    Benguela - Cinco escolas primárias serão construídas nos municípios do Balombo, Catumbela, Baía Farta e Chongoroi, na província de Benguela, durante a primeira fase de implementação do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).