Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

19 Novembro de 2019 | 15h41 - Actualizado em 19 Novembro de 2019 | 15h41

Suécia suspende investigação de Assange por acusação de estupro

Estocolmo - A Suécia não vai prosseguir com a sua investigação sobre as acusações de assédio sexual contra Julian Assange, uma informação divulgada pelo WikiLeaks nesta terça-feira (19).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Julian Assange, Fundador do Wikileaks

Foto: Google/Divulgação

Ao comentar a decisão, o editor-chefe do WikiLeaks, Kristinn Hrafnsson, enfatizou a necessidade de “agora se concentrar na ameaça que Assange tem alertado há anos: a acusação beligerante dos Estados Unidos e a ameaça que ela representa para a Primeira Emenda”.

Em Maio, os procuradores suecos reabriram a investigação contra Assange por alegações de agressão sexual.

Julian Assange foi responsável por publicar arquivos militares e diplomáticos secretos em 2010 sobre as campanhas de bombardeamento dos EUA no Afeganistão e no Iraque, sendo acusado pelas autoridades norte-americanas sob a Lei de Espionagem, o que pode lhe render uma sentença de até 175 anos numa prisão nos EUA.

O ciberativista foi preso em Londres em 11 de Abril, depois que o Equador revogou seu status de asilo.

Assuntos Justiça  

Leia também