Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

26 Setembro de 2017 | 10h31 - Actualizado em 26 Setembro de 2017 | 10h30

Angola: Ana Dias Lourenço, a economista com passagens pelo governo

Luanda - Ana Afonso Dias Lourenço, a esposa do Presidente da República eleito, João Manuel Gonçalves Lourenço, é uma mulher tarimbada para a política, economista que já teve passagem pelo governo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Ana Dias Lourenço.

Foto: Angop

Mulher de trato fácil, acumulou, durante décadas, experiência que a levaram a dirigir um dos mais estratégicos departamentos ministeriais do país: o Ministério do Planeamento.

Habituada aos meandros da governação, vive hoje um novo e inesperado momento da sua vida ao acompanhar João Lourenço na cerimónia de investidura ao cargo de Presidente da República.

Assim, nesta terça-feira, 26, Ana Afonso Dias Lourenço entra para a história de Angola e torna-se a terceira mulher a partilhar o Palácio Presidencial.

A "saga" começou no longínquo ano de 1975, com Maria Eugenia Neto, esposa do fundador da Nação, António Agostinho Neto.

A escritora esteve na Cidade Alta entre 1975 e 1979. Por ironia do destino, teve passagem efémera. A morte prematura do marido, a 10 de Setembro de 1979, tira-lhe o título de primeira-dama e afasta-lhe do Palácio Presidencial.

Seguiu-se Ana Paula dos Santos, que a 17 de Maio de 1991, entrou para Cidade Alta, ao lado de José Eduardo dos Santos, o sucessor de Neto.

Ao contrário de Maria Eugénia Neto, Ana Paula dos Santos durou 26 anos nos corredores palacianos.

Chegou ao palácio num contexto político de guerra civil e sai, volvidas quase três décadas, em clima de paz e estabilidade.

Ana Afonso Dias Lourenço será a nova mulher a escrever o seu nome nos anais da Presidência da República. A economista, nascida a 13 de Abril de 1957, chega ao palácio na companhia de João Lourenço, vencedor das quartas eleições multipartidárias do país, com o MPLA, num cenário de crise económica e financeira.

A esposa do novo Titular do Poder Executivo tem como metas e ambições ajudar na luta pela melhoria das condições de vida do povo, com destaque para o programa de combate à fome e pobreza e apoio à mulher.

Mãe de três meninas, Ana Dias Lourenço promete cumprir os objectivos preconizados pelo partido, plasmados no plano programático de desenvolvimento de Angola e para o seu crescimento sustentável.   
   
Como membro do Comité Central do MPLA, pretende obedecer as orientações do partido e como primeira-dama apoiar os projectos do Presidente da República.

Quanto à crise económica, vai procurar ajudar a incentivar mais a agricultura, estimular o empresariado nacional e apoiar os programas dirigidos para os jovens.

Enquanto militante, vai estar onde for chamada para, com o seu saber, dar o contributo na governação.

Ana Afonso Dias Lourenço completou o grau de economista (Planeamento) na Universidade Agostinho Neto, em Luanda, no período de 1979 a 1983.

A futura primeira-dama foi durante dois anos adjunta do director executivo de uma das mais importantes constituências africanas do Banco Mundial. Em Outubro de 2014, Ana Dias Lourenço passou à condição de directora executiva. A eleição ao cargo de directora executiva decorreu por altura das reuniões anuais do BM e do Fundo Monetário Internacional (FMI), de Outubro de 2014, em Washington.

A promoção de Ana Dias Lourenço, além de confirmar a condição de membro do Board do Banco Mundial, no qual já tinha assento como adjunta, tornou-a na primeira figura de Angola  no relacionamento que o BM mantém com os três países (Angola, Nigéria e África do Sul), que compõem a 25ª Constituência (grupo de países de uma determinada região do mundo que reúne peritos para discutir assuntos relacionados com o desenvolvimento e estabilidade socio-económica e financeira).

Ana Dias Lourenço assumiu assim o cargo de directora executiva, substituindo Mansur Muhtar, antigo ministro das Finanças da Nigéria, que, também, rendeu Renosi Denise Mokate, da África do Sul.

Perfil

1979 a 1983: Militante da JMPLA- Juventude do Partido
1981 a 1986: Membro da Célula do Partido no Governo Provincial de Benguela
1983 a 1985: Membro da Comissão Nacional da Associação dos Estudantes do Ensino Superior
1986 a 1989: Técnica Superior Responsável pelos Programas de Desenvolvimento da Província de Benguela
1983 a 1986: Chefe de Departamento de Investimento do Ministério do Planeamento - Direcção de Investimento e Construção
1981 a 1983: Monitora da Faculdade e Economia- Universidade de Angola
1979 a 1983: Técnica do Ministério do Planeamento- Departamento da Agricultura
1989 a 1990: Chefe do Departamento de Investimento do Ministério do Planeamento
1991 a 1992: Coordenadora do Grupo Técnico de Apoio à Comissão de Gestão da Programa de Acção do Governo
1994: Membro do Grupo Técnico de Apoio à Comissão Interministerial para a elaboração do Programa Económico e Social do Governo
1996 a 1997: Directora Nacional e Coordenadora dos Projectos de Reabilitação de Infra estruturas (IRE e TRP) financiados pelo Banco Mundial
1997 a 1999 : Vice Ministro do Ministério do Planeamento
1999: Ministra do Planeamento
1999: Membro da Equipa Económica do Governo
2000: Membro da Comissão Nacional de Reintegração Social e Produtiva dos Desmobilizados e Deslocados
2000: Coordenadora da Comissão Interministerial para a situação Humanitária PNEAH
2001: Membro da Comissão da Intersectorial para o Processo da Paz
2002: Presidente da Comissão Nacional da SADC
2002:Presidente do Conselho de Ministro da SADC
1999 a 2010:Membro da Equipa Económica do Governo
2002 a 2003:Presidente do Conselho de Ministros da SADC
Presidente da 3ª Constituência do Banco Mundial
2004: Membro do Comité do Partido do Bairro Alvalade
2009: Membro do Comité Central
2012: Deputada à Assembleia Nacional
2017: Actualmente Deputada à Assembleia Nacional.

Assuntos Política  

Leia também
  • 26/09/2017 09:07:33

    Investidura2017: Tudo pronto para o "Dia D"

    Luanda - Clima ameno e ameaça de chuva são as duas notas que marcam, nesta terça-feira, as primeiras horas da cerimónia de investidura do Presidente da República eleito, João Manuel Gonçalves Lourenço, prevista para esta manhã, na Praça da República, em Luanda.

  • 26/09/2017 00:15:47

    Investidura2017: PR eleito toma posse hoje

    Luanda - O Presidente da República eleito, João Manuel Gonçalves Lourenço, será investido hoje, terça-feira, ao cargo de Chefe de Estado, em cerimónia que terá lugar na Praça da República, em Luanda.

  • 26/09/2017 00:00:42

    Angola: Síntese das principais notícias das últimas 24 horas

    Luanda - A Agência Angola Press, Angop E.P, incluiu na sua emissão das últimas 24 horas, entre outros, os seguintes assuntos: