Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

31 Dezembro de 2019 | 05h38 - Actualizado em 31 Dezembro de 2019 | 10h38

Guiné-Bissau/Presidenciais: Missões de observação destacam eleições pacíficas

Bissau - (Dos enviados especiais) - As missões de observação de eleições, na Guiné-Bissau, destacaram nesta segunda-feira, 30 de Dezembro, a forma pacífica como decorreu a segunda volta das eleições presidenciais de domingo, 29 do mesmo mês.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Guiné-Bissau: Missões de observação destacam eleições pacíficas

Foto: Gildo Comanzala

Chefes Civil e Militar da CEDEAO na Guiné-Bissau, Bubeye Maiga (a esq.) e o General, Usman Yusuf (a dir.)

Foto: Gildo Comanzala

Nas suas declarações preliminares, a CEDEAO, na voz do seu representante, o maliano Someylou Bobeye Maiga, estima que o pleito decorreu num ambiente geralmente pacífico, transparente, profissional, conforme as normas internacionais.

“A Missão de observadores da União Africana (MOEUA) saúda o espírito patriótico dos dois candidatos, os membros da sociedade civil, e apela à calma  e contenção  aos seus apoiantes, enquanto se aguarda  pela proclamação dos resultados pela Comissão Nacional Eleitoral (CNE)”, lê-se na declaração dos observadores da União Africana,  assinada por Joaquim Rafael Branco.

As mesmas felicitações foram transmitidas pela sociedade civil guineense e pela CPLP, em declarações assinadas pela célula da GOSCE, e pelo moçambicano Baloi.

Recorde-se que na manhã de segunda-feira, o MADEM-G15 que apoia o candidato Umaro Cissoko Embalo, reivindicou a vitória deste, que na sua perspectiva terá ganho com 54 porcento dos votos.

Tal reivindicação está a criar apreensões nas hostes de Domingos Simões Pereira, mas o PAIGC que o apoia e a CENI, ainda não reagiram a referida reivindicação, que começa a ser tida como real.

Tudo acontece numa altura em que começam a chegar os resultados vindos do interior do país.

Na manhã de segunda-feira, as primeiras projecções davam Domingos Simões Pereira, como vencedor na diáspora, com destaque para Cabo Verde, Portugal e Holanda.

Naquele momento, Cissoko, numa declaração que fez em crioulo, acusou o presidente da Comissão Nacional Eleitoral (CNE) de fazer circular nas redes sociais uma mensagem, sem no entanto revelar o seu teor.

“Estou confiante na vitória, como qualquer outro candidato, e o presidente da CNE deve tomar nota das suas declarações”, disse.

Denunciou ainda informações segundo as quais, muitos boletins de voto foram preenchidos no Ministério do Interior para favorecer o seu adversário.

A proclamação dos resultados provisórios está prevista para quarta-feira, 01 de Janeiro de 2020.  

Nesta terça-feira (31), às 10 horas, o Presidente cessante, José Mário Vaz, vai pronunciar um discurso à Nação.

Assuntos Política  

Leia também
  • 31/12/2019 01:11:26

    Tribunal arresta bens de Isabel dos Santos

    Luanda - O Tribunal de Luanda decretou o arresto preventivo dos bens de Isabel dos Santos, de Sindika Dokolo, seu esposo, e de Mário Filipe Moreira Leite da Silva, actual presidente do Conselho de Administração do Banco de Fomento de Angola (BFA).

  • 31/12/2019 00:00:15

    Síntese das principais noticia das últimas 24 horas

    Luanda - A Agência Angola Press, Angop E.P, incluiu na sua emissão das últimas 24 horas, entre outros, os seguintes assuntos:

  • 30/12/2019 18:38:07

    CISP revoluciona sistema de segurança em Angola

    Luanda - A entrada em funcionamento do Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) marca uma nova era de abordagem nas políticas de segurança interna em Angola, emprestando qualidade, eficiência e eficácia, declarou, nesta segunda-feira, o ministro do Interior, Eugénio Laborinho.