Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

27 Agosto de 2019 | 13h29 - Actualizado em 27 Agosto de 2019 | 14h48

Angola tem mil e 220 áreas afectadas com minas

Luanda - Pelo menos mil e 220 áreas do território angolano ainda estão afectadas com minas, com realce para as províncias do Cuando Cubango, Moxico, Cuanza Sul e Bié.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Sapadora durante uma acção de desminagem (arquivo)

Foto: Pedro Parente

A informação foi avançada esta terça-feira, em Luanda, pelo chefe do gabinete de Intercâmbio e Cooperação da Comissão Nacional Intersectorial de Desminagem e Assistência Humanitária (CNIDAH), Adriano Gonçalves.

O responsável, que falava à imprensa, à margem do Workshop sobre a Estratégia Nacional do Sector de Acção Contra as Minas em Angola, afirmou que o país precisa de 300 milhões de dólares norte-americanos para estar livre de minas até ao ano de 2025.

A Declaração de Maputo de 2014 estipula o fim do problema das minas antipessoal até 2025 para todos os Estados partes da Convenção de Ottawa, em que o país é também signatário.

Adriano Gonçalves ressaltou que o aspecto mais importante do processo de desminagem é libertar o território angolano das áreas minadas.

“Angola ainda não é um país livre de minas, temos áreas minadas e em grande quantidade com 105 milhões de metros quadrados afectados”, vincou.

O responsável indicou que, em 2007 o país tinha três mil e 600 áreas minadas e, actualmente, tem apenas mil e 220.

Disse, igualmente, haver províncias que praticamente estão livre de minas, nomeadamente Malanje, Namibe e Huambo. Está em curso um trabalho de reverificação nessas regiões levado a cabo pelas equipas de controlo de qualidade.

Referiu que as áreas só podem ser consideradas livres de minas quando os seus operadores forem capazes de apresentar um certificado de controlo de qualidade passado pelo órgão reitor, a Comissão Nacional Intersectorial de Desminagem e Assistência Humanitária.

O responsável lamentou, entretanto, que nos últimos 10 anos os apoios para área de desminagem em Angola têm estado a decrescer consideravelmente.

Angola é parte da Convenção de Otawa desde 2003.

Assuntos Polícia   Angola  

Leia também
  • 27/08/2019 12:48:36

    Angola sem registo de casos de tortura

    Luanda - Angola está sem qualquer registo de casos de tortura ou de maus tratos, afirmou hoje, terça-feira, em Luanda, o secretário de Estado do Interior, José Bamoquina Zau.

  • 27/08/2019 00:01:32

    Síntese das principais notícias das últimas 24 horas

    Luanda - A Agência Angola Press, Angop E.P, incluiu na sua emissão das últimas 24 horas, entre outros, os seguintes assuntos:

  • 26/08/2019 18:20:50

    PR envia mensagem a homólogo russo

    Luanda - O ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto, procedeu, nesta segunda-feira, a entrega de uma mensagem do Chefe de Estado angolano, João Lourenço, ao seu homólogo russo, Vladimir Putin.