Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

14 Outubro de 2019 | 10h08 - Actualizado em 14 Outubro de 2019 | 10h07

Moçambique/Eleições: Maputo acorda calma no dia que antecede o pleito

Maputo (Dos enviados especiais) - A cidade de Maputo, capital de Moçambique, observa hoje (14), dia que antecede a votação para a escolha do novo presidente da República, um trânsito automóvel e de peões sem grandes congestionamentos, ante o olhar atento da polícia de trânsito e da ordem pública.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Cidade de Maputo

Foto: Pedro Parente

Numa ronda efectuada pela Angop, constatou-se nas principais estradas da cidade uma circulação fluída de automóveis e de peões, a semelhança dos dias anteriores, apesar de ser considerado dia de reflexão para as eleições gerais de terça-feira (15).

Venónica Chabela, vendedora do Mercado Central de Maputo, disse ter comparecido hoje ao local de trabalho para compensar o dia da votação, terça-feira, 15.

“Não faz sentido ficar em casa domingo, segunda-feira e terça-feira para reflectir sobre a escolha certa do novo presidente da Republica”, sublinhou.

Igual sentimento foi manifestado por Ismael José Chichava, proprietário de uma loja de bijutaria, para quem um dia de reflexão é suficiente.

Segundo Ismael Chichava, a escolha do candidato deve ser feita muito antes do inicio da campanha eleitoral. “É um processo constante e não de 30 ou 40 dias, sob pena de fazer-se uma má escolha”.

A vida, prosseguiu o comerciante, impõe-nos avaliações constantes para evitar erros nas decisões a tomar.

Felix Mondlane, outro comerciante de equipamentos informáticos, disse estar pronto para votar no candidato da sua preferência, aquele cujo programa de governação apresenta melhores soluções para os problemas que afectam os cidadãos moçambicanos.

Já Mário Costa, motorista de táxi (Capa na designação local), avançou ter aproveitado o domingo (13) para reflectir com calma, com vista a uma escolha certa na Assembleia de Voto,

Orlando Dias, funcionário do Banco de Moçambique, referiu que terminada a campanha eleitoral, nada mais resta se não arregaçar as mangas para o cumprimento de mais um dia de trabalho.

“Tivemos o domingo para reflectir e hoje, segunda-feira, só nos resta cumprir o dever de trabalhar para o engrandecimento do nosso país”, afirmou.    

Na Praça da Independência, por exemplo, foi notória a circulação normal de táxis e de moto-táxis (vulgamente chamado Txopela) carregados de passageiros para vários pontos da cidade.

A cidade de Maputo ocupa uma área de 26.058 quilómetros quadrados e tem uma população estimada em mais de dois milhões e quinhentos mil habitantes. Tem quatro municípios: Boane, Manhica, Matola e Namaacha.

Os moçambicanos vão às urnas terça-feira para escolherem, pela sexta vez na história do país independente, o próximo presidente da República e, pela primeira vez, os governadores provinciais - cargo actualmente nomeado pelo chefe de Estado.

Assuntos Eleições  

Leia também
  • 13/10/2019 16:50:27

    Moçambique/Eleições: Zonas de difícil acesso da Zambézia recebem kits eleitorais

    Maputo (Dos enviados especiais) - O processo de distribuição de material de votação as localidades de difícil acesso dos distritos de Pebane, Chinde, Morrumbala e Mocubela, província da Zambézia, começou hoje (13), anunciou o porta-voz do Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE) na Zambézia, Emílio Raposo.

  • 12/10/2019 12:46:17

    Moçambique/Eleições: Missão de observação expectante com a votação

    Maputo (Dos enviados especais) - O chefe da Missão de Observação da CPLP (MOE-CPLP) às eleições de 15 de Outubro próximo em Moçambique, Lopo do Nascimento, aguarda com expectativa o acto de votação para a escolha do novo presidente da República, novo parlamento e novas assembleias provinciais.

  • 12/10/2019 11:30:04

    Moçambique/Eleições: Angola entre observadores da UA

    Addis-Abeba - O representante permanente de Angola junto da União Africana e Embaixador na Etiópia, Francisco da Cruz, está desde sexta-feira, na capital moçambicana, Maputo, para integrar a equipa de observadores da organização continental às eleições gerais de 15 Outubro.