Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

04 Janeiro de 2020 | 16h01 - Actualizado em 04 Janeiro de 2020 | 16h00

Destacada determinação dos antigos combatentes em prol da pátria

Menongue - O alcance da liberdade, soberania e da Independência Nacional, foi destacado hoje, sábado, em Menongue, capital do Cuando Cubango, como sendo um bem maior para o povo angolano.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Estas palavras foram realçadas pela vice-governadora da província do Cuando Cubango para o sector político, social e económica, Carla Cativa, durante o acto provincial do 4 de Janeiro, dia dos Mártires da Repressão Colonial, sob lema “4 de Janeiro de 1961- O despertar da consciência Nacionalista''.

Disse ser importante assinalar, depois de 59 anos, o espírito que moveu os Antigos Combatentes na busca dos nobres anseios do povo angolano seja motivador para que cada um ao seu nível faça o melhor de si, colocando a sua pedra na construção de uma Angola que se pretende cada vez melhor para todos os filhos da pátria.

“Não existem razões para duvidar da coragem e determinação dos Antigos Combatentes que hoje são recordados com uma devida vénia como veteranos da pátria e mártires da repressão colonial, porquanto muitos destes deram o melhor de si até as suas próprias vidas para alcançar a autodeterminação. Por isso, merecem todo o nosso respeito e apoio”, sublinhou.

De acordo com a governante, o 4 de Janeiro de 1961 simboliza amplamente o despertar da consciência nacionalista, pelo que se deve afirmar que existe uma feliz coincidência na escolha do lema porque foi naquela data em que os portugueses reprimiram cerca de 20 mil camponeses angolanos naquilo que foi na história como massacre da Baixa de Cassanje, situada entre os territórios das províncias de Malange e da Lunda-Norte.

A comemoração da efeméride, segundo Carla Cativa, representa um marco de transcendental importância para a história do país, uma vez que o aumento da consciência e de liberdade no seio do movimento de libertação depois evoluíram para partidos políticos que a 4 de Fevereiro de 1961 decidiram iniciar uma luta armada contra o regime fascista português, que levou a proclamação da independência em 1975.

Leia também
  • 04/01/2020 11:32:46

    Resenha: Arresto de bens de Isabel dos Santos é destaque da semana

    Luanda- O arresto preventivo dos bens de Isabel dos Santos, de Sindica Dokolo, seu esposo, e de Mário Leite da Silva, actual presidente do Conselho de Administração do Banco de Fomento de Angola (BFA), constituiu o destaque do noticiário político da semana que hoje, sábado, finda.

  • 03/01/2020 19:37:16

    Parlamento reforça fiscalização das contas

    Luanda - O reforço da fiscalização das contas públicas e a preparação do Pacote Legislativo Autárquico, que vai dominar os trabalhos do Parlamento no presente ano, marcaram a actividade da Assembleia Nacional em 2019.

  • 31/12/2019 18:35:52

    UNITA defende divulgação dos projectos sociais

    Malanje - O governo deve divulgar mais os projectos sociais e respectivos orçamentos, tendentes a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos, fazendo jus a governação participativa.