Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

24 Janeiro de 2020 | 00h35 - Actualizado em 24 Janeiro de 2020 | 14h47

Jair Bolsonaro incentiva combate à corrupção em Angola

Luanda - O Presidente da República Federativa do Brasil, Jair Bolsonaro, incentivou (quinta-feira à noite), em Luanda, o Executivo angolano a prosseguir com as medidas de combate à corrupção e à impunidade no país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Presidente Jair Bolsonaro com o ministro angolano das Relações Exteriores, Manuel Augusto no exterior do aeroporto 4 de Fevereiro

Foto: Francisco Miúdo

Jair Messias Bolsonaro, Presidente do Brasil em Luanda

Foto: Francisco Miudo

O Estadista brasileiro, que escalou Luanda, em trânsito para a Índia, disse que o seu país vai prestar todo o apoio ao Executivo angolano para levar avante a luta contra a corrupção, por ser um mal que destrói uma Nação.

Em breves declarações à imprensa, Jair Bolsonaro afirmou que acompanha de perto e com muito agrado as mudanças em Angola, em particular o combate à corrupção e à impunidade, encorajando, por isso, as autoridades angolanas a prosseguirem com essas medidas.    

“O combate à corrupção é também a bandeira do meu consulado e Angola está a fazê-lo muito bem. E, nesta cruzada, o Brasil está disponível a colaborar”, sublinhou Jair Bolsonaro.

Na hora e meia (a contar das 21h00) no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, o Chefe de Estado brasileiro manifestou o desejo de realizar uma visita oficial a Angola no decurso deste ano, para o reforço da cooperação entre os dois Estados.

O presidente Bolsonaro, recebido pelo ministro angolano das Relações Exteriores, Manuel Augusto, augurou a assinatura de acordos, protocolos, memorandos de entendimentos e outros instrumentos jurídicos para ajudar Angola no combate à corrupção.

"É um prazer enorme estar aqui e já manifestei o meu desejo ao ministro Manuel Augusto para voltar em Angola numa visita oficial”, finalizou.

Depois de falar para os jornalistas, o Presidente brasileiro quebrou o protocolo e andou pelo exterior do aeroporto, interagindo com o pessoal presente no recinto, onde descontraidamente tirou fotografia com quem solicitou.

Jair Bolsonaro deslocou-se à Índia a convite do Chefe de Estado daquele país, para participar das celebrações do Dia da República, no próximo domingo.

O Brasil foi o primeiro Estado a reconhecer a independência de Angola, em 1975, e desde então cooperam em várias áreas, com realce para a educação e cultura.

Assuntos Diplomacia  

Leia também
  • 22/01/2020 19:18:02

    Embaixador de Angola acreditado em Marrocos

    Luanda - O embaixador de Angola no Reino de Marrocos, Baltazar Diogo Cristóvão, entregou nesta quarta-feira (22), em Rabat, ao Rei Mohammed VI, as cartas que o acreditam como representante diplomático de Angola em Marrocos.

  • 19/12/2019 18:21:57

    África do Sul redefine estatuto para angolanos

    Luanda - As autoridades sul-africanas convidaram, quarta-feira, os cidadãos angolanos residentes naquele país com estatuto de refugiados e exilados a trocarem a sua condição até 2021, sob risco de serem expulsos.

  • 19/12/2019 14:47:20

    Arte da Negociação elege Georges Chikoti

    Luanda - A recente cimeira do ACP de Nairobi, Quénia, apresentou resultados positivos para Angola, mas o seu alcance foi fruto de um desgastante trabalho diplomático, que exigiu um apurado desempenho na Arte da Negociação.