Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

06 Fevereiro de 2020 | 15h42 - Actualizado em 06 Fevereiro de 2020 | 16h11

MPLA afina "máquina" com foco nas eleições autárquicas

Caála - O coordenador do Grupo de Acompanhamento do Bureau Político do Comité Central do MPLA à província do Huambo, Mário Pinto de Andrade, afirmou hoje, quinta-feira, no município da Caála, que o partido tem afinada toda a "máquina" para vencer as primeiras eleições autárquicas no país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Mário Pinto Andrade

Foto: António Escrivão

O também secretário do Bureau Político do MPLA para os Assuntos Políticos e Eleitorais fez esta afirmação durante uma palestra sobre “A contribuição da juventude na luta de libertação nacional”, inserida nas comemorações do Dia do Início da Luta Armada e de Libertação Nacional, assinalado a 4 deste mês.

Mário Pinto de Andrade realçou que a estratégia consiste na selecção de quadros competentes para as câmaras municipais e acções de formação voltadas aos desafios da governação local, no sentido de darem resposta eficiente às exigências da população.

Por este motivo, disse ser fundamental a consolidação do Pacote Legislativo Autárquico, que deve acontecer no momento oportuno, por serem estas um princípio governativo de aproximação entre as autoridades e a população, além de promover o desenvolvimento económico-social, com a descentralização do poder administrativo.

Neste sentido, o dirigente partidário descartou qualquer sentimento intimidatório político no quadro dos preparativos deste pleito eleitoral.

Mário Pinto de Andrade recomendou aos militantes o estudo dos documentos disponíveis em torno das eleições autárquicas e, ao mesmo tempo, intensificar as campanhas de mobilização, que devem terminar com o enquadramento de novos membros nas fileiras do MPLA, para o fortalecimento das estruturas partidárias.

Contudo, o político disse que o MPLA tem quadros preparados para as autarquias, que deverão acontecer no momento certo, depois da conclusão do Pacote Legislativo, em discussão na Assembleia Nacional. 

Por este motivo, o político reafirmou a necessidade de se prosseguir, de forma irreversível, com os programas de combate à corrupção, a impunidade, o nepotismo e a bajulação na sociedade angolana, para preservar os interesses nobres da Nação e, ao mesmo tempo, promover a boa governação.

“Os militantes do MPLA têm que ser exemplares e ter uma postura ética aceitável, para galvanizar os demais”, concluiu.

Durante a palestra, os militantes foram informados sobre o percurso histórico dos heróis do 4 de Fevereiro, as estratégias que contribuíram para a conquista da Independência Nacional, a 11 de Novembro de 1975, bem como do esforço consentido pelos movimentos de libertação nacional: MPLA, UNITA e FNLA.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 06/02/2020 14:34:21

    Operação Transparência orienta reposição do curso normal do rio Samboto

    Huambo - O Posto de Comando Avançado da Operação Transparência orientou hoje, quinta-feira, no Huambo, a empresa Solanda, responsável pela exploração de ouro, no município da Chicala-Cholohanga, a repor, o mais rápido possível, o curso normal do rio Samboto, por ela desviado.

  • 01/02/2020 20:31:06

    MPLA quer reforço da unidade e coesão no seio do partido

    Chicana-Cholohanga - A primeira secretária do MPLA no Huambo, Joana Lina, defendeu hoje, sábado, na aldeia de Chinguli, comuna do Mbave, a necessidade do reforço da unidade e coesão no seio do partido, para permitir a materialização do programa de governação que visa o bem-estar dos angolanos.

  • 30/01/2020 17:20:24

    Deputado realça rigor e transparência na gestão do erário

    Huambo - O coordenador do Círculo Eleitoral da província do Huambo, Armando Capunda, considerou esta quinta-feira, a necessidade dos gestores públicos serem mais rigorosos e transparentes na gestão do erário, para que as acções tenham repercussão directa na vida do cidadão.