Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

21 Fevereiro de 2020 | 14h06 - Actualizado em 21 Fevereiro de 2020 | 15h33

Três candidatas concorrem à presidência da LIMA

Luanda - Duas candidatas, das três previstas, apresentaram as suas candidaturas para a presidência da Liga da Mulher Angolana (LIMA), organização feminina da UNITA, cuja eleição será durante o IV Congresso, a decorrer de 1 a 3 de Abril deste ano no município de Viana, em Luanda.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Membros da LIMA (Arquivo)

Foto: Joaquim Tomás

Trata-se de Helena Bonguela Abel (candidata à sua própria sucessão) e Manuela dos Prazeres Kazoto. Domingas Njungulo, outra concorrente, deverá apresentar a sua candidatura em data anunciar pela comissão de mandato.

A presidente cessante da organização, Helena Bonguela, disse que o objectivo da sua candidatura neste segundo mandato é o de colocar as mulheres nos lugares de decisão, bem como apostar nas jovens para ocuparem posições de destaque a nível do partido.

No acto da formalização da sua documentação, Manuela dos Prazeres (jornalista de profissão) disse que o seu propósito na liderança da LIMA se baseará na comunicação e interacção, assim como liderar a segurança social da mulher zungueira.

De acordo com a candidata, as mulheres devem ser incentivadas com formação técnica e profissional para sair do analfabetismo.

Informou tratar-se de um desafio encarado de cabeça erguida e com toda a força anímica, que envolverá o engajamento de todas as mulheres que compõem a organização feminina do maior partido na oposição em Angola.

O congresso, na qualidade do órgão máximo da LIMA, vai analisar e fazer o balanço das actividades e dos programas traçados.

Vai, igualmente, analisar a situação política, económica, social e cultural vigente em Angola, com maior incidência sobre os problemas da mulher, o desenvolvimento e o crescimento da LIMA, bem como alterar e actualizar o estatuto e definir a estratégia.

A LIMA foi fundada a 18 de Junho de 1972 nas margens do rio Kutaho (Mussivi), na província do Moxico.

  

  

Assuntos Província » Luanda   UNITA  

Leia também
  • 16/02/2020 15:16:02

    Unita quer eleições autárquicas em todos os municípios

    Menongue - A necessidade da realização, em simultâneo, das eleições autárquicas em todos os municípios do país, foi reiterada neste sábado, em Menongue, pelo secretário provincial da Unita no Cuando Cubango, Adriano Sapiñala.

  • 08/02/2020 23:27:01

    UNITA encoraja Executivo no combate à corrupção

    Cuito - O secretário provincial da UNITA do Bié, Adérito Kandambu, encorajou hoje (sábado), no município do Cunhinga, o Executivo a continuar a combater os actos de corrupção no país, para garantir o bem-estar das famílias angolanas.

  • 24/01/2020 12:51:01

    Ministro exige rigor na fiscalização de ilegais

    Luanda - O ministro do Interior, Eugénio Laborinho, exigiu maior rigor no processo de fiscalização e de entrada de estrangeiros ilegais em áreas diamantíferas, plataformas marítimas, hotéis, centros comerciais e em navios de exploração petrolífera.