Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

30 Junho de 2020 | 16h40 - Actualizado em 30 Junho de 2020 | 16h39

Instituições devem funcionar dentro de uma nova realidade - Deputada

Luanda - A segunda vice-presidente da Assembleia Nacional, Suzana Augusta de Melo, referiu hoje, terça-feira, em Luanda, que a pandemia da Covid-19 não pode fazer parar as instituições, mas sim continuarem activas dentro de uma nova realidade funcional.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ao falar na abertura da cerimónia alusiva ao 131º aniversário da União Interparlamentar (UIP), que hoje se comemora, a deputada disse que, não obstante os enormes desafios que a Covid-19 impõe, a actividade do parlamento continua com um maior nível de organização, de entrega e de união das comissões técnicas especializadas.

“Os parlamentos são na generalidade baluarte da democracia, dão voz aos cidadãos, desenvolvem políticas em prol dos mais desfavorecidos, aprovando leis contra a violência, assegurando a igualdade de acesso aos cuidados de saúde e educação, ao desenvolvimento regional e local, daí a importância de continuarem com as suas actividades”, exprimiu a responsável parlamentar.

Sobre a efeméride, a presidente da Comissão de Relações Exteriores, Cooperação Internacional e Comunidades Angolanas no Estrangeiro, Josefina Diakité, disse que infelizmente a data este ano ocorre numa altura em que o mundo se confronta com a pandemia da Covid-19, razão pela qual as celebrações em todo mundo são meramente simbólicas.

Instou os parlamentares a reflectirem sobre a melhor forma de fazer face à pandemia e suas consequências socioeconómicas.

Josefina Diakité salientou que a UIP constitui-se na primeira organização política multilateral, tendo como objectivo encorajar e promover o diálogo e a cooperação entre os povos.

A União Inter-parlamentar (UIP) foi fundada a 30 de Junho de 1889, em Paris (França), tendo participado, na altura, nove parlamentos, entre os quais o da Libéria, como único país africano presente.

A UIP agrega 193 países, dos quais 54 são de África, incluindo o parlamento angolano. A organização tem-se constituído num espaço multilateral de fortalecimento da democracia, das relações e da solidariedade entre os povos.

Assuntos Parlamento  

Leia também
  • 09/06/2020 14:21:20

    AN dá nota positiva às actividades do Executivo sobre Covid-19

    Luanda - O Parlamento angolano aprovou, esta terça-feira, o relatório das actividades desenvolvidas pelo Executivo para conter a Covid-19 durante o Estado de Emergência (EE), que vigorou no período de 27 de Março a 25 de Maio deste ano.

  • 22/05/2020 19:49:57

    Parlamento aprova Lei da Protecção Civil

    Luanda - O Parlamento angolano aprovou hoje (sexta-feira), por unanimidade, a Lei da Protecção Civil que visa, entre outras medidas, prevenir a ocorrência de riscos colectivos, resultantes de acidentes graves, catástrofes ou calamidades públicas.

  • 07/05/2020 17:54:36

    Parlamento vota estatuto dos titulares dos órgãos autárquicos

    Luanda - As propostas de Leis sobre o regime geral da cooperação inter-autárquica e do estatuto dos titulares dos órgãos autárquicos vão à votação final global na oitava reunião plenária ordinária da Assembleia Nacional, no dia 20 deste mês.