Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

18 Novembro de 2019 | 17h50 - Actualizado em 18 Novembro de 2019 | 18h32

Angola conta com Banco de Aleitamento

Luanda - O país conta, a partir desta segunda-feira, com o primeiro Banco de Leite Humano, localizado na Maternidade Lucrécia Paim, para atender as necessidades alimentares de crianças prematuras e das nascidas de mães seropositivas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Angola ganha banco de leite

Foto: Clemente dos Santos

O banco funciona com 25 especialistas, entre enfermeiras, fisioterapeutas, informáticos, nutricionistas e vigilantes, formados no país por especialistas brasileiros. Conta com 50 dadoras regulares e capacidade de armazenar, em arcas frigoríficas, 100 litros de leite dia.

Tem laboratório de microbiologia de controlo e qualidade, salas de palestra, armazém, ordenha de leite, de higienização, consultório médico, processamento de leite, colheita, dentre outros compartimentos.

Em declarações à Angop, a coordenadora do banco, Elisa Gaspar, deu a conhecer que, para além da referida unidade, conta igualmente com alguns postos na Maternidade Augusto Ngangula, Kilamba Kiaxi ( Avo Kumbi), Cajueiros e no Hospital Geral de Luanda.

Segundo a médica, o leite humano pode ser consumido até um período de seis meses e após doado é testado em laboratório, sendo colocado em quarentena por um período de 72 horas.

Eliza Gaspar asseverou ainda a relevância desta área para crianças cujas mães são seropositivas, com dificuldade de amamentação e outras abandonadas, além de situações médicas e até mesmo de carência social económica que privam a mãe de produzir o leite e amamentar.

A ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, destacou a importância do banco, embora reconheça ser diminuta para responder a demanda.

Sílvia Lutucuta manifestou a intenção de se alargar os serviços para outras unidades maternais do país, devido aos seus benefícios no fortalecimento e crescimento das crianças.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 15/11/2019 07:24:13

    Campanha contra pólio inicia-se nesta sexta-feira

    Luanda - A Primeira Ronda de reforço da vacinação contra a poliomielite inicia-se nesta sexta-feira, em cinco províncias do país.

  • 13/11/2019 18:21:23

    Casos de malária aumentam em Angola

    Luanda - Mais de cinco milhões de casos de malária foram registados no país de Janeiro a Setembro do ano em curso, representando um aumento de mais de dois milhões de casos face a igual período do ano passado.

  • 29/10/2019 16:15:21

    Ministra destaca vantagens dos indicadores múltiplos de saúde

    Luanda - O Inquérito de Indicadores Múltiplos e de Saúde (IIMS 2020) será uma fonte importante para aferir os dados de saúde das famílias de Angola, considerou esta terça-feira, em Luanda, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta.