Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

16 Fevereiro de 2020 | 17h25 - Actualizado em 16 Fevereiro de 2020 | 17h25

Catorze crianças nascem livre do VIH/Sida no Huambo

Huambo - Catorze crianças, cujas mães são seropositivas, nasceram livres do VIH/Sida, em 2019, na província do Huambo, no âmbito do programa de Corte de Prevenção Vertical (procedimento que impede a transmissão deste vírus da mãe para o filho).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

símbolo da luta contra o vih/sida

Foto: Divulgação

 

A informação foi tornada pública pelo supervisor local do programa de Luta contra a Sida, Euclides Chipalavela, durante a visita do coordenador da Campanha “Nascer Livre para Brilhar” a esta província, Tavares Cândido.

O responsável referiu que, além das 14 crianças, com resultados negativos definitivos, 189 recém-nascidos, que ainda se encontram expostas ao vírus, aguardam pelo diagnóstico, com duração de dois anos, para se confirmar se são ou não seropositivos.

Disse que estas crianças resultam de um total de 203 mães portadoras do vírus da Sida.

Euclides Chipalavela referiu que em comparação a 2018, ano em que foi lançada, em todo país, a campanha “Nascer Livre para Brilhar”, numa iniciativa da Primeira-dama da República, Ana Dias Lourenço, as autoridades haviam confirmado quatro crianças livres deste vírus, de um total 163 mães seropositivas, ao passo que os outros 159 menores continuam aguardar pelo resultado dos testes.

Ainda em 2019, prosseguiu, as autoridades diagnosticaram 495 casos de gestantes seropositivas, quando em 2018 o número era de 285, que estão a ser acompanhadas, para evitar que os filhos sejam também portadores do vírus da Sida.

Euclides Chipalavela considerou positivo o andamento da campanha no planalto central, que conta com a colaboração do Gabinete da Primeira Dama da República, do Ministério da Saúde, da Embaixada dos  Estados Unidos da América, do Instituto Nacional de Luta Contra o Sida e do Governo do Huambo.

Informou que a taxa de prevalência, em 2019, rondou em 1 (um) por cento, do total da população da província do Huambo estimada em dois milhões, 519 mil e 309 habitantes, tendo registado 68 seropositivos.

O coordenador da campanha “Nascer Livre para Brilhar” na província do Huambo, Tavares Cândido, que desenvolve uma série de actividades, de modo avaliar o andamento do programa de prevenção do corte vertical nas maternidades dos 11 municípios do planalto central, inaugurou  hoje, domingo, o Gabinete deste projecto, com objectivo de se alcançar melhores resultados.

Leia também
  • 14/02/2020 12:06:11

    Feira da Saúde presta assistência a mais de mil pacientes

    Caxito - Mil quatrocentas e cinquenta e seis pessoas foram atendidas de forma gratuita em consultas de clínica geral e de especialidades nos dias 12 e 13 de Fevereiro na feira da saúde, numa promoção da empresa de telefonia móvel Unitel, na província do Bengo.

  • 13/02/2020 18:03:55

    Empresa de gás doa testes de Vih/Sida

    Soyo- A empresa de processamento de gás natural liquefeito Angola-LNG, no município do Soyo, província do Zaire, doou, nesta quinta-feira, 50 kits de testes rápidos de Vih/Sida e 126 enxovais ao sector da saúde na região.

  • 13/02/2020 12:42:52

    Hospital Pediátrico do Lubango sem sangue para transfusões

    Lubango - O centro de hemoterapia do Hospital Pediátrico do Lubango "Pioneiro Zeca" está sem sangue há duas semanas, revelou hoje (quinta-feira), nesta cidade, a responsável da área, Ana Cordeiro.