Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

07 Abril de 2020 | 20h18 - Actualizado em 07 Abril de 2020 | 23h04

Covid-19: Administrador pede maior controlo das fronteiras

Cabinda - A administradora municipal de Belize, Susana Abreu, pediu aos efectivos da Polícia de Guarda Fronteiras no sentido de redobrarem a vigilância e o controlo da fronteira terrestre de Miconje com as regiões de Niari (Congo Brazaville) e Alto Sunde (RDC).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Dístico do COVID-19, novo Coronavírus

Foto: Divulgação

Susana Abreu falava hoje, terça-feira, do cumprimento das medidas de prevenção contra o Coronavírus no âmbito do Estado de Emergência decretado Pelo Presidente da República.

Informou que a fronteira norte tem os chamados caminhos fiotes, onde muitos estrangeiros ilegais destes dois países vizinhos insistem em entrar, para atingir as sedes comunais, municipais e mesmo a cidade de Cabinda.

"Estamos a trabalhar com todas as forças de defesa e segurança, autoridades tradicionais e coordenadores de bairro, para que o redobrar de medidas preventivas seja aplicado, tendo em conta a situação actual do Covid-19 e evitar que haja violações nestas fronteiras”, indicou.

Quanto ao confinamento da população nas suas residências, Susana Abreu disse que, no Belize, a população obedece e acata as orientações que visam prevenir com o contágio ou propagação do vírus.

Belize é o município situado mais ao norte da província de Cabinda e faz fronteira com as localidades de Pangui e Quimongo (República do Congo), e o mercado fronteiriço e a localidade angolana de Alto Sunde com a RDC.

Por seu turno, o administrador de Buco-Zau, José Macaia, disse que a população da circunscrição está a obedecer as medidas de confinamento e de saídas desnecessárias, para evitar que o vírus atinja as localidades.

A acção de sensibilização das populações partiu da administradora do município de Cacongo, Marta Beatriz Issungo, que aproveitou para enalteceu o comportamento da população local.

No município sede de Cabinda, a administração mobilizou a juventude local para, em vários bairros da cidade e periferia, levar a mensagem das medidas de prevenção contra a propagação do Covid-19, com a distribuição de cartilhas de sensibilização.

Assuntos Província » Cabinda   Saúde  

Leia também
  • 08/04/2020 00:15:25

    COVID-19: Quarentena obrigatória libera 201 cidadãos

    Luanda - Duzentas e um cidadãos suspeitas do novo Coronavírus (Covid-19) foram liberadas, nas últimas 24 horas, em Angola, depois de cumprirem o período de quarentena institucional e domiciliar (14 dias).

  • 07/04/2020 20:04:41

    Covid-19: Benguela sem pessoas em quarentena

    Benguela - A província de Benguela está desde segunda-feira sem pessoas em quarentena institucional ou domiciliar, suspeitos de contraírem a Covid-19, com a liberação dos últimos cidadãos de um grupo de 109 que se encontravam em observação pelas autoridades sanitárias, soube hoje, terça-feira, a Angop.

  • 07/04/2020 18:48:50

    COVID-19 - Comunidades estrangeiras solidárias com o Estado

    Luanda - Empresários e comunidades estrangeiras no país estão a juntar-se aos esforços do Estado angolano para o combate do novo coronavírus (Covid-19), uma pandemia que assola o mundo.