Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

22 Setembro de 2016 | 16h16 - Actualizado em 23 Setembro de 2016 | 11h45

Angola: Luanda tem 6.945.386 habitantes - dados definitivos do Censo

Luanda - A província de Luanda tem 6.945.386 habitantes, segundo dados provenientes dos resultados definitivos do Recenseamento Geral da População e Habitação divulgados, quinta- feira, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Participantes no acto da divulgação dos resultados definitivos do Censo em Luanda

Foto: Joaquina Bento

O censo, realizado de 16 a 31 de Maio de 2014, destaca o município de Luanda com maior número de habitantes que é de 2.194.747 e por último está o da Quiçama, com apenas 26.546.

Outros dados indicam que Viana tem 1.605.291 habitantes, Belas 1.075.109, Cacuaco1070.147, Cazenga 892.401 e Icolo Bengo com 81.144.

O documento demonstra a existência de 3.543.390 mulheres e 3.401.999 homens, deste número noventa e seis homens para cada em cem mulheres.

A estrutura etária da população é  jovem. A província de Luanda tem 369 pessoas por cada km2, sendo o Cazenga com maior densidade populacional.

 No concernente ao tratamento da água, apenas 67 porcento dos agregados familiares dá o seu tratamento apropriado. No que concerne a habitação, o documento realça que apenas 58 porcento possui casa própria, 34 porcento reside em casa cedida e sete porcento em casa ocupada ou cedida.

 O documento realça quanto ao lixo, que cerca de 5 em cada 10 agregados familiares nas áreas urbanas deposita o lixo ao ar livre e cerca de 8 em cada 10, nas áreas rurais tem o mesmo procedimento.

 Quanto a proporção de agregados familiares com o acesso a electricidade da rede, segundo a área de residência a zona urbana apresenta com maior índice neste caso, 68 porcento, enquanto a zona rural possui apenas 12 porcento.

 A proporção de agregados familiares, segundo o tipo de fonte de água para beber que tem acesso 46 porcento consome a água de camiões cisternas e apenas 28 porcento consome água ligada à rede pública.

 O censo também fez a recolha de informação sobre a religião ou crença e neste caso, a religião protestante apresenta maiores fiéis que são de 38 porcento e a seguir está a católica, com 31 por cento.

 No concernente a língua mais falada em casa, o português destaca-se com maior percentagem e por último está o Luvale.

Em declarações à imprensa, o coordenador técnico do Gabinete Central do Censo, Paulo Fonseca, afirmou que a população na capital aumentou bruscamente e desta forma apresenta algumas dificuldades na realização de vários serviços como o do registro civil, em que as pessoas de 0 aos 14 demonstram maior défice na obtenção deste direito.

Destacou ainda que o depósito do lixo em sítio impróprio e o não tratamento da água apresenta uma outra preocupação. Por outro lado, realçou que após a divulgação na província de Luanda seguirão as outras províncias.

Assuntos Censo   Província » Luanda  

Leia também
  • 02/02/2019 13:06:34

    Chuva alaga ruas e mais de 700 residências em Luanda

    Luanda - Setecentas e 11 residências inundadas, algumas escolas, centros e postos médicos alagados, assim como ruas intransitáveis, mas sem o registo de vítimas humanas, são o resultado da chuva que caiu durante sete horas na sexta-feira (1), na província de Luanda, segundo dados provisórios divulgados hoje, sábado.

  • 01/02/2019 23:36:45

    Deputados da UNITA sugerem aumento dos postos de identificação

    Luanda - Deputados do grupo parlamentar da Unita manifestaram-se preocupados, face as enchentes que se registam nos postos de Identificação Civil e Criminal no município de Viana, em Luanda, e sugerem o aumento de mais serviços para se atenuar a demanda.

  • 31/01/2019 13:37:17

    Maior parte dos incêndios é causado por negligência

    Luanda - Cinquenta e um incêndios dos 72 registados, em Luanda, durante o mês de Janeiro deste ano, foram provocados por negligência, menos cinco em relação ao mesmo período de 2018.

  • 31/01/2019 13:15:38

    PN detém oficial no Cazenga por suspeita de corrupção

    Luanda - A Polícia Nacional deteve, na última quarta-feira, 30, um sub-chefe pertencente à 12ª esquadra, no município do Cazenga, em Luanda, por alegado envolvimento em actos de corrupção.