Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

15 Novembro de 2017 | 04h12 - Actualizado em 15 Novembro de 2017 | 07h09

Angola: MININT promove em Luanda marcha a favor das vítimas de estrada

Luanda - Uma marcha em alusão ao Dia Mundial das Vítimas de Estrada, promovido pelo Ministério do Interior (MININT), será realizada, no domingo, em Luanda com partida prevista do largo da família ao largo das heroínas.

Por: jose carlos gomes

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Marcha em homenagem as vitimas da sinistralidade rodoviárias (Arquivo).

Foto: Miudo

Á Angop soube de fonte policial que na actividade comemorada  anualmente no 3º domingo de Novembro, vão participar automobilistas, representantes do sector da saúde, associações políticas, sociais e cívicas e agentes da Polícia Nacional.

  Durante a marcha, que partirá do Largo da Família percorrerá a rua  "Ho Chi Mim"   até ao  largo das Heroínas, será observado um minuto de silêncio,  em homenagem às vítimas, cujo o objectivo é o de levar os utentes á reflectir  em torno do perigo nas estradas.

A data  instituída pela Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) será aproveitada para a  distribuição de cartilhas e panfletos.

   A efeméride será ainda  antecipada,  com a realização de uma feira,  na sexta-feira no Largo da Família, onde serão retratodos agumas consequências dos acidentes de viação e as suas  formas de prevenção.

  A violência no Trânsito mata todos os anos quase um milhão e 300 mil pessoas. Fere e incapacita mais de 50 milhões e é a causa principal de mortes de jovens na faixa etária dos 15 aos 24 anos.

  Dados disponíveis apontam nas estradas de Angola,  mais de mil  pessoas morreram em consequência de  acidentes rodoviários ocorridos no primeiro semestre deste ano( 2017).

Leia também