Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

13 Outubro de 2017 | 09h33 - Actualizado em 13 Outubro de 2017 | 09h32

Angola: Imagem de Nossa Senhora de Fátima já está em Luanda

Luanda - A Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima chegou na manhã de hoje (sexta-feira), a Luanda, no quadro das celebrações do centenário das aparições, para durante dez dias agradecer a paz conquistada há 15 anos e reforçar a união de todos os angolanos, constatou a Angop.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Imagem de Nossa Senhora de Fátima na província

Foto: Rosario dos Santos

A imagem, proveniente do Santuário de Nossa Senhora de Fátima de Portugal, vai permanecer numa das salas do Protocolo de Estado do Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro até às 17h30 desta sexta-feira, altura em que sairá em procissão para a Paróquia de Nossa Senhora de Fátima (ex-São Domingos), percorrendo as avenidas Revolução de Outubro e Deolinda Rodrigues, largo da Independência, Hochi Min e a rua Senado da Câmara. 

Em breves declarações à Angop, o frei Firmino Kakulo disse que a imagem vai permanecer na paróquia até 24 de Outubro e durante esse período serão rezadas duas missas diárias, uma de vigília (à noite), uma procissão de velas, com a trajectória habitual de 13 de Maio, uma vigília de oração com catequese e a Eucaristia Solene da peregrinação, a ser presidida por Dom Filomeno Vieira Dias, arcebispo de Luanda.

O prelado avançou que, dentre os vários pedidos, os fiéis rezarão pela família, pela consolidação da paz, pelas vocações sacerdotais e religiosa, pelas crianças, doentes, juventude e pela expansão do sinal da emissória católica para todo o território nacional.

Referiu que várias paróquias em Angola têm Nossa Senhora de Fátima como padroeira, demonstrando a devoção angolana ao santuário português que, em Maio último, recebeu a visita do papa Francisco, no centenário das “aparições”.

“A exemplo de Frei Maiato, nossa devoção à Nossa Senhora de Fátima, hoje e sempre” é o lema das celebrações do Centenário de Fátima em Angola, uma realização dos Frades Menores Capuchinhos de Angola e visa render homenagem ao frei Benjamim Maiato, antigo devoto de Fátima, falecido recentemente.

A última vez que a Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima esteve em Angola foi em 1948, na altura no âmbito de uma viagem pelo continente africano.

Nossa Senhora do Rosário de Fátima é uma das inovações marianas atribuídas à Virgem Maria e que surgiu com base nos relatos das aparições reportadas por três pastorinhos (Lúcia, Francisco e Jacinta) na Cova da Iria, freguesia de Fátima, em Portugal.

De acordo com os testemunhos das três crianças videntes, a primeira aparição da Virgem Maria terá ocorrido no dia 13 de Maio de 1917 e o fenómeno repetiu-se durante seis meses seguidos, sempre no dia 13 (excepto no mês de Agosto, em que ocorreu a 19), até 13 de Outubro de 1917.

Assuntos Igreja Católica  

Leia também