Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

11 Novembro de 2019 | 19h04 - Actualizado em 11 Novembro de 2019 | 19h00

Cunene: Governador reitera apoio alimentar às vítimas da seca

Namacunde - O governador provincial do Cunene, Vigilio Tyova, reiterou nesta segunda-feira, no município de Namacunde, o apoio contínuo em bens alimentares e o fornecimento de água potável à população vítima da seca na região.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Cunene: Acto provincial de 11 de Novembro no Município do Namacunde

Foto: JOSE CACHIVA

Ao discursar no acto alusivo o 44º aniversário da proclamação da independência nacional, que se assinala hoje (11), Vigilio Tyova referiu que o Executivo continua a mobilizar os apoios para reduzir o impacto tanto da fome e da falta de água nas comunidades.

Fez saber que à província necessita de 17 mil toneladas de bens de primeira necessidade por mê, para permitir aumentar a capacidade distribuição aos 880 mil e 172 pessoas que encontram-se afectadas desde Outubro de 2018 pela seca, que já matou 30 mil bovinos, caprino e suíno.

Informou que até o preciso momento a província recebeu mil e 800 toneladas de bens diversos, insuficientes para satisfazer as necessidades que às vítimas da seca enfrentam, por não possuem reservas alimentares nos celeiros.

No âmbito do plano de emergência de combate à seca e à fome, a província do Cunene beneficiou, este ano, de 3.9 mil milhões de kwanzas disponibilizados pelo Executivo que permitiu adquirir bens diversos.

O governo local adquiriu 20 camiões cisternas de 20 mil litros, 20 tractores com pipas de água atreladas e 400 reservatórios, a maioria dos quais colocados em pontos estratégicos das 20 comunas, bem como em curso a reabilitação de 171 furos de água nos seis municípios.

Cunene conta ainda com 88 motos cisternas, cada uma com capacidade para mil litros, que fazem parte de um lote de 1500 motos cisterna, por chegar a província para reforçar a capacidade de distribuição de água à população afectada pela seca na região.

Vigilio Tyova sublinhou que a proclamação da independência nacional, a 11 de Novembro de 1975, constitui o maior ganho para os angolanos que durante um período de 500 anos passaram por humilhação e torturas impostos pelo regime colonial português.

Disse que a história do 11 de Novembro, deve ser bem passada as novas gerações de modo a conhecerem a trajectória do país e o sacrifício consentido por milhares de nacionalistas angolanos que tornaram Angola livre, rumo ao desenvolvimento económico e social.

Assuntos Província » Cunene  

Leia também
  • 11/11/2019 12:45:15

    Cunene: Vítimas da seca beneficiam de água potável

    Ombadja - Setenta mil habitantes da comuna do Mucupe, município de Ombadja, província do Cunene, afectados pela seca, estão a beneficiar desde hoje, segunda-feira, de água potável, com a entrada em funcionamento de 13 furos reabilitados, juntando-se aos dois já existentes.

  • 10/11/2019 10:27:35

    Cunene: Mulheres marcham contra abandono de recém-nascido

    Ondjiva - Duzentos e quarenta e três mulheres de vários estratos sociais da província do Cunene, marcharam sábado, em Ondjiva, para repudiar um acto recente de abandono de um recém-nascido, praticado pela própria mãe, que se encontra em fuga.

  • 06/11/2019 05:21:08

    Gestora defende maior divulgação sobre independência

    Ondjiva - A necessidade da criação de espaços para a divulgação profunda da história que marcou a proclamação da independência nacional em 1975, nas escolas do I e II ciclo, foi defendida, terça-feira, em Ondjiva, no Cunene, pela directora provincial da Cultura, Lúcia Yoleni.