Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

11 Dezembro de 2019 | 14h15 - Actualizado em 11 Dezembro de 2019 | 14h16

Jovem de 16 anos morto a tiro por marginais no Uíge

Uíge - Um adolescente de 16 anos de idade foi morto a tiro na madrugada desta quarta-feira no bairro Quimacungo, arredores da cidade do Uíge, por um grupo de marginais.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Segundo o pai da vítima, ele foi atingido com três disparos de arma de fogo, tendo sido depois socorrido para o hospital provincial do Uíge, onde acabou por morrer devido a gravidade dos ferimentos.

Informou que a vítima foi surpreendida pelos marginais, após terem arrombado a porta da residência com uma pedra, quando a família se encontrava a dormir.

Os autores do crime encontram-se em fuga.

A Angop soube no local que os Serviços de Investigação Criminal (SIC) no Uíge estão já a fazer diligências no sentido de identificar e deter os criminosos.

Assuntos Mortes   Província » Uíge  

Leia também
  • 10/12/2019 21:08:08

    Centro de artes e ofícios forma 187 jovens

    Uíge- Cento e oitenta e sete jovens terminaram hoje (terça-feira) os cursos de formação profissional, nas opções de informática, electricidade, construção civil, mecânica, culinária e decoração, ministrados no centro de artes e ofícios do Quigima, na cidade do Uíge.

  • 07/12/2019 19:11:57

    CPJ reforça sensibilização contra sinistralidade rodoviária

    Uíge - Uma campanha de sensibilização aos automobilistas sobre práticas de condução exemplar e segurança nas estradas, decorreu hoje (sábado), na cidade do Uíge, para contribuir na redução das mortes nas estradas.

  • 03/12/2019 19:17:53

    Portadores de deficiências clamam por emprego

    Malanje - Responsáveis da Associação Nacional dos Cegos e Amblíopes de Angola (ANCA) e a Associação Nacional de Deficientes de Angola (ANDA) da província de Malanje defenderam hoje, terça-feira, mais oportunidades de emprego para os seus filiados.