Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

20 Julho de 2019 | 06h18 - Actualizado em 19 Julho de 2019 | 18h31

Resenha Social: Participação na reunião sobre igualdade do género marca semana

Luanda - A participação de Angola, através da primeira-dama Ana Dias Lourenço, em Nova Iorque, Estados Unidos da América, na segunda reunião do grupo de líderes sobre a igualdade do género marcou a semana social que hoje, sábado, termina.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Na condição de oradora principal, Ana Dias Lourenço falou no painel sobre a igualdade do género e sociedades inclusivas, no âmbito do cumprimento dos objectivos do desenvolvimento sustentável.

A semana ficou ainda marcada com a afirmação da primeira-dama, Ana Dias Lourenço, segundo a qual a educação continua a ser o objectivo fundamental para superar barreiras e melhorar as oportunidades de vida das pessoas de todas as idades e origens.

Ana Dias Lourenço intervinha na 2ª reunião do Grupo de Mulheres Líderes pela Igualdade do Género, que destacou como tema o “Empoderamento das mulheres como elemento chave em prol do desenvolvimento sustentável”, numa iniciativa da presidente da 73ª Sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas, Maria Fernanda Espinosa Garcés.

No decorrer da semana foi também destaque noticioso o apelo do director de Operações do BM para Angola, Camarões, Gabão, Guiné Equatorial e São Tomé e Príncipe, Abdoulaye Seck, sobre a necessidade de o Executivo angolano reforçar as acções de protecção social das famílias mais vulneráveis do país.

Abdoulaye Seck, que falava à imprensa a saída de um encontro com a ministra de Estado para a Área Social, Carolina Cerqueira, afirmou ser necessário se identificar as famílias mais vulneráveis e ter condições de ajudar nos momentos cruciais, em fase de crise e falta de recurso.   

A realização de um encontro em torno do resgate e promoção de valores na família, numa promoção do Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher (MASFAMU), dirigido a mulheres de vários extractos sociais destacou-se igualmente ao longo da semana.

Sob o lema “Juntos na moralização da família e da sociedade”, o encontro enquadrou-se na Campanha de Promoção de Valores na Família do ministério e visou reforçar a importância da transmissão de valores na família para preservação dos bons hábitos e costumes, assim como engajar as mulheres no resgate dos valores morais, éticos e cívicos na família.

Na vertente da saúde foi destaque a participação de 400 técnicos de saúde num curso preparatório para o concurso público do Ministério da Saúde, que prevê admitir 19 mil profissionais de várias classes ainda no decurso deste ano.

O curso terá a duração de dois meses e visa melhorar o índice de aproveitamento, em função do elevado número de reprovações verificado no último concurso público realizado em Setembro de 2018.

O anúncio da realização do inquérito de Indicadores Múltiplos e de Saúde pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), em 2020, mereceu também a atenção da media durante a semana.

O primeiro IIMS foi realizado em 2015-2016 e teve como propósito apoiar o país na avaliação do seu progresso em termos dos objectivos do Desenvolvimento do Milénio (ODM).

O inquérito terá a duração de cinco meses e será a combinação do quinto Inquérito de Indicadores Múltiplos (MICS) com o segundo Inquérito Demográfico e de Saúde (IDS).

Assuntos Angola  

Leia também