Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

17 Outubro de 2019 | 03h33 - Actualizado em 17 Outubro de 2019 | 03h09

Bispo da Diocese do Luena defende comunicação social dinâmica e isenta

Luena - O bispo da Diocese do Luena, Dom Jesus Tirso Blanco, defendeu que os profissionais dos órgãos da comunicação social exerçam um jornalismo dinâmico, com rigor e isenção para contribuir no rápido desenvolvimento socio-económico da província do Moxico.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Moxico: Bispo da Diocese de Luena, Dom Jesus Tirso Blanco

Foto: kinda kyungu

O prelado católico fez este apelo quando dissertava sobre o tema “O papel dos meios de comunicação na promoção do desenvolvimento social local e da boa governação”, enquadrado nas comemorações do 44º aniversario da Televisão Publica (TPA), a assinalar-se no dia 18 deste mês.

O também vice-presidente para comunicação e cultura da CEAST disse haver ainda no Moxico uma ausência de comunicação com verdade que se requer, o que não favorece a boa governação.

Referiu que apesar dos hábitos institucionais que influenciam o mau desempenho de alguns órgãos de comunicação social públicos, os jornalistas devem adaptar-se ao contexto actual, onde as redes sociais ocupam um espaço na disseminação da informação sem o fundamento e qualidade a desejada.

Apontou o atraso registado na divulgação das consequências da seca que afecta os municípios dos Bundas e Luchazes e a falta de difusão com rigor de informações sobre a degradação das estradas da região como exemplos.

Na sua óptica, a devastação da fauna e flora que está influenciar mudança climática na região e a proliferação em maior escala de casos de HIV/SIDA e da lepra, são outros problemas sociais que deveriam merecer destaque nas agendas noticiosas dos órgãos de comunicação social locais.

Apesar de reconhecer a existência de algumas dificuldades que impedem a prestação de serviços com melhor qualidade, aconselhou os órgãos de comunicação sociais a ajudarem a sociedade a organizar-se para combater os efeitos destes males.

No debate, Dom Jesus Tirso Blanco desafiou os presentes a optar pelo jornalismo investigativo, comprometido com a cultura de paz e bem-estar da população.

Participaram do encontro, funcionários dos órgãos de comunicação social públicos e privados existentes na província, académicos, representantes dos partidos políticos, entre outros convidados. 

Leia também
  • 16/10/2019 16:54:24

    Bié reergue-se dos escombros e da letargia

    "Bié, mais que uma província, uma paixão" é o lema que norteia toda a actividade sócio-económica deste centro do país, que, tal como qualquer parte de Angola, luta para eliminar problemas ligados à fome, saúde, habitação, pobreza, educação e outros.

  • 16/10/2019 16:00:04

    Polícia Nacional prende falso agente

    Saurimo - O Comando Provincial da Polícia Nacional da Lunda Sul deteve hoje, quarta-feira, em Saurimo um falso agente da corporação, que se dedicava à prática de extorsão de somas de dinheiro a estrangeiros em estabelecimentos comerciais.

  • 16/10/2019 14:51:28

    INAC controla 124 centros de acolhimento no país

    Luanda - O Instituo Nacional da Criança (INAC) tem registado em todo o país 124 centros de acolhimentos e lares infantis, informou hoje (quarta-feira), em Luanda, o director-geral da instituição, Paulo Tchiemba Kalesi.