Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

23 Outubro de 2019 | 09h06 - Actualizado em 23 Outubro de 2019 | 09h05

Vice-governador da Lunda Sul solicita atenção à mulher rural

Saurimo - O vice-governador para os Serviços Técnicos e Infra-estruturas da Lunda Sul, Evanerson Kaputu, defendeu hoje (quarta-feira) a melhoria da situação social da mulher rural, mediante o acesso a terra e aos factores de produção.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

LUNDA SUL: EVANERSON KAPUTU - VICE-GOVERNADOR PARA OS SERVIÇOS TÉCNICOS E INFRA-ESTRUTURAS

Foto: HÉLDER DIAS

O governante fez este pronunciamento no acto de abertura da Jornada da Mulher Rural, apontando o acesso à saúde, educação, formação técnico-profissional, registo de nascimento, Bilhete de Identidade, bem como meios agrícolas e equipamentos para as parteiras tradicionais como preocupações urgentes que devem ser resolvidas pelo Estado.

Evanerson Kaputu enalteceu o contributo da mulher rural no âmbito social, económico e cultural do país, que foi decisivo para a unidade do país e na coesão da sociedade.

Quanto à violência doméstica, disse ser necessário antecipar e agir aos riscos de abuso, exploração, descriminação e outras formas de violação dos direitos da mulher, dando especial atenção aos grupos com maior vulnerabilidade.

“Para o sucesso de todas políticas deve-se conjugar esforços entre as acções do Executivo e a sociedade em geral, de forma a combater este fenómeno, que afecta as mulheres, crianças e não só”, exortou.

A Jornada da Mulher, que decorre sob o lema “Investir na mulher rural é garantir a estabilidade económica das comunidades”, vai durante dois dias abordar temas ligados à agricultura familiar como suporte na dieta alimentar, critérios de acesso à posse de terra, fomento ao crédito para o exercício da aquicultura, piscicultura e melhoramento da renda das famílias no meio rural.

Os participantes serão ainda elucidados sobre a contribuição das parteiras tradicionais como agentes de mobilização social para saúde reprodutiva, boas práticas para adesão das mulheres no processo de alfabetização, entre outros assuntos a serem abordados.

Participam no evento mulheres provenientes dos quatro municípios da Lunda Sul, nomeadamente Cacolo, Dala, Muconda e Saurimo.

Leia também