Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

18 Janeiro de 2020 | 14h20 - Actualizado em 18 Janeiro de 2020 | 14h18

16 mil famílias beneficiam de água potável no Cuito

Cuito - Pelo menos dezasseis mil famílias no Cuito (Bié) já beneficiam de fornecimento de água potável de forma "ininterrupta", com a entrada em funcionamento do novo sistema de captação, tratamento e distribuição, inaugurado em Outubro de 2019, pelo Presidente da República, João Lourenço.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A cidade do Cuito registava, nos últimos três anos, restrições de sete horas por dia no fornecimento desse precioso líquido, devido à fraca capacidade dos meios da antiga instalação e ao baixo caudal do rio Cussola.

Os dois sistemas (novo e antigo) permitiram elevar, até ao momento, para 16 mil o número de famílias que consomem água potável na cidade do Cuito.

Em declarações à Angop, Emiliana Chimela, reformada, manifestou a sua satisfação com a entrada em funcionamento do novo sistema de abastecimento de água na circunscrição, na medida em que não se verifica mais restrições.

Já o munícipe Jorge Baltazar disse que o “fornecimento ininterrupto” do precioso líquido às residências é acalentador.

O novo equipamento, construído a partir do rio Cuquema, bombea 648 metros cúbicos/hora.

Com custos avaliados em 39 milhões 226 mil 415 dólares, o projecto resulta de uma linha de crédito da China e, além da cidade, fornece água aos novos bairros da periferia.

O novo sistema beneficia cinco mil novas famílias. Para este, segundo apurou a Angop, as autoridades vão efectuar mais 10 mil novas ligações, a partir da nova captação.

Com uma população estimada em 424 mil e 169 habitantes, a cidade do Cuito, capital da província do Bié, era abastecida por um sistema com capacidade para bombear sete mil metros cúbicos/dia.

As autoridades prevêm reforçar a assistência técnica à Empresa de Água e Saneamento do Bié, com vista a assegurar um estudo sobre a necessidade de água na região, para definição de estratégias que permitam ter, no mínimo, 60 mil ligações domiciliares até 2025.

Assuntos Província » Bié   Água  

Leia também
  • 15/01/2020 19:52:36

    Antigos combatentes solicitam melhores condições de vida

    Saurimo - Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria da província da Lunda Sul solicitaram hoje, quarta-feira, ao Executivo o aumento de pensão do subsídio, atribuição de casa própria entre outras regalias socioeconómicas.

  • 13/01/2020 16:39:06

    Restos mortais do Juiz Jubilado do Bié foram a enterrar no Cuito

    Cuito - Os restos mortais do juiz presidente jubilado do Tribunal Provincial do Bié, Francisco da Franca e Almeida, de 80 anos de idade, foram a enterrar na manhã de hoje (segunda-feira) no cemitério municipal do Cuito.

  • 11/01/2020 06:36:43

    Moradores do Bocoio consomem água imprópria

    Lobito - Com as torneiras secas há já quase duas semanas, devido à paralisação do sistema de distribuição, os habitantes da vila do Bocoio, província de Benguela, estão a consumir água não tratada retirada do rio Cubal, apurou a Angop.