Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

22 Janeiro de 2020 | 13h44 - Actualizado em 22 Janeiro de 2020 | 13h53

Responsáveis de igrejas ilegais serão responsabilizados

Lucapa - Os responsáveis de igrejas ilegais encerradas no âmbito da "operação resgate" e que continuam a realizar cultos clandestinos serão responsabilizados criminalmente afirmou hoje (quarta-feira), a administradora municipal de Lucapa, Maria Muagita.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Encerramento de igrejas ilegais (Arquivo)

Foto: FRANK BEU

A "Operação Resgate", iniciada em Dezembro de 2018, visa o combate a criminalidade, a imigração ilegal, as transgressões administrativas e outras situações que influenciam negativamente a segurança pública.

Nesse âmbito foram encerradas mais 30 igrejas ilegais e por cultuarem em locais impróprios no município de Lucapa.

Recentemente foram feitas várias denúncias de igrejas e/ou seitas religiosas, encerradas no âmbito da “operação resgate” por não ilegalidade e cultuarem em locais sem condições, que continuam a realizar cultos no período nocturno.

Fruto destas denúncias, segundo a administradora que falava à imprensa a propósito do assunto, foi criada uma equipa multissectorial, para num esforço conjunto com as autoridades policiais combater tais práticas e responsabilizar os responsáveis de tais igrejas ou seitas.

O comando municipal da Polícia Nacional reforçou o patrulhamento nos bairros onde ocorreram as denúncias, sobretudo no período nocturno.

Maria Muagita aconselha os responsáveis destas igrejas a colaborarem com o Estado, legalizando e construindo instalações que conferem dignidade aos crentes.

Pede igualmente apoio das igrejas reconhecidas no combate a proliferação de seitas e cultos clandestinos, através de denúncias e sensibilização da população, por formas a não aderirem a estes locais.

O município do Lucapa tem três comunas e uma população estimada em 154.305 habitantes.

Leia também
  • 19/01/2020 22:39:56

    Bairro Kamaquenzo ganha posto de saúde e esquadra policial

    Dundo - O Administrador municipal do Chitato, Gastão Cahata, informou hoje (domingo) que será construído este ano um posto de saúde e uma esquadra policial para permitir maior segurança e serviços de saúde mais próximos da população do bairro Kamaquenzo, vulgo Aeroporto, no âmbito do programa local de combate a pobreza.

  • 14/01/2020 05:24:24

    SIC detém falso funcionário do ACNUR na Lunda Norte

    Dundo - Um cidadão nacional, que se fazia passar por funcionário do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), na Lunda Norte, foi detido pelo Serviço de Investigação Criminal local, após denúncia pública.

  • 12/01/2020 16:48:17

    SIC detém supostos burladores no Cuango

    Cuango - O Serviço de Investigação Criminal na Lunda Norte deteve na semana finda, dois cidadãos nacionais supostamente envolvidos em crimes de burla por defraudação no município do Cuango.