Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

07 Março de 2020 | 18h45 - Actualizado em 07 Março de 2020 | 18h41

OMA contribuiu para promoção e desenvolvimento da mulher - Luzia Inglês

Luena - A Organização da Mulher Angolana (OMA), na qualidade de maior organização sócio e política feminina de Angola, tem contribuído consideravelmente, para a promoção e desenvolvimento da mulher nas múltiplas vertentes da vida, afirmou hoje, no Luena, a sua secretaria-geral, Luzia Inglês.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Moxico: Acto Central da OMA

Foto: David Dias

Moxico: Secretária Geral da OMA, Luzia Inglês, no acto Central da OMA

Foto: David Dias

Luzia Inglês, que discursava no acto das comemorações do 53 aniversário da fundação da OMA (02 de Março), frisou que a OMA constitui um marco histórico importante na luta pela emancipação da mulher, pelos direitos humanos, pelo desenvolvimento e pela sua promoção.

Reconheceu o papel que as mulheres guerreiras herdeiras da rainha Nhakatolo, desempenham na sociedade e o contributo que tem dado no sustento das famílias, o que lhes permite afirmarem – se na sociedade de uma forma prestigiada.

 “ Devemos continuar a responder positivamente aos desafios lançados pelo partido e pelo presidente João Lourenço, no combate a corrupção, impunidade, nepotismo e outros vícios que ainda persistem na sociedade”, referiu a dirigente política, apelando as mulheres a trabalharem arduamente na moralização sociedade.

Apelou igualmente as mulheres angolanas a unirem - se e transmitir uma mensagem clara sobre as reformas políticas, económicas, sociais e culturais em curso no contexto nacional e internacional.

Por seu turno, o 2º secretário nacional da JMPLA, Santiago Primeiro encorajou a mulher a continuar a exercer o seu papel de guardiã dos bons princípios e valores, educando e preparando os jovens para a defesa das causas mais nobres do povo angolano.

Para o 1º secretario do MPLA no Moxico, Gonçalves Muandumba, falar da mulher do Moxico, em particular da cidade do Luena, é falar da paz, amor, reconciliação de presente com o futuro, onde a paz rima com a mulher e com o desenvolvimento, progresso, liberdade e igualdade.

Elogiou a camada feminina da província por ombrear ao lado dos homens na afirmação da sua identidade pela construção da província, comunidade e no desenvolvimento do país.

Ao encerrar o acto de massas, o secretário-geral do MPLA, Paulo Pombolo, exortou a OMA no sentido de reforçar a mobilização das mulheres para o diálogo com a família sobretudo na educação das novas gerações.

Pediu a OMA para incutir noções sobre o passado, mormente o custou da liberdade que os antepassados enfrentaram e que país está ser construído actualmente.

O político pediu a sociedade para apostar no empoderamento das mulheres, sua formação técnica profissional e académica, com vista a assegurar a sua participação activa no processo de tomada de decisão.

Ocorrido sob lema “ Mulher angolana e a cidadania consciente, rumo ao desenvolvimento” o acto central das comemoraçoes do dia da mulher angolana, antecedido com a deposição de uma coroa de flores no complexo monumento a paz, foi marcado com o ingresso de 200 jovens militantes nas fileiras da OMA.

Angop/mt/dv

Leia também
  • 07/03/2020 10:38:05

    Gestor pede eficiência na alocação das verbas das escolas orçamentadas

    Saurimo - O director do Instituto Médio Politécnico do Luari, em Saurimo, província da Lunda Sul, Daniel Zebedeu, solicitou nesta sexta-feira, ao governo local, maior eficiência na alocação das verbas à instituição, com vista a suprir as necessidades correntes.

  • 07/03/2020 00:40:53

    OMA oferece bens às mulheres vulneráveis do Moxico

    Luena - Mais de 50 mulheres vulneráveis da província do Moxico foram hoje, sexta - feira, no Luena, agraciadas com cinco toneladas de bens diversos da Organização da Mulher Angolana (OMA), com vista a minimizar as suas condições de vida.

  • 06/03/2020 22:30:09

    Huíla conta com SIAC

    Lubango - O Serviço Integrado de Apoio ao Cidadão (SIAC) foi inaugurado hoje, sexta-feira, na cidade do Lubango, província da Huíla, numa cerimónia presidida pelo ministro da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (MAPTSS), Jesus Faria Maiato.