Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

17 Março de 2020 | 19h58 - Actualizado em 17 Março de 2020 | 19h55

INAC no Bié reactiva Redes de Protecção à Criança

Cuito - A Direcção Provincial do Instituto Nacional da Criança (INAC) está a reactivar, desde Fevereiro do em curso, no Bié, as Redes de Protecção à Criança a nível das sedes municipais.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Logotipo do INAC

Foto: Angop/Arquivo

Em Fevereiro foram já reactivados esses órgãos nos municípios de Catabola e Chinguar.

Na próxima semana prevê-se fazer o mesmo  em Cunhinga, ficando por se definir as datas para o Andulo, Nharea, Chitembo e Camacupa, enquanto o Cuemba não será abrangido, nesta primeira fase, devido ao mau estado do troço rodoviário que dá acesso aquela localidade.

A reactivação desta rede, segundo o director do INAC no Bié, Vasco Cambovo, que falava à ANGOP, visa a denúncia de casos de violência da criança que ocorrem com maior frequência no seio famíliar.   

Bié, com um milhão 455 mil 255 habitantes, registou, em 2019, 325 casos de violência, mais 100 casos em relação a 2018, envolvendo 505 crianças.

A fonte assegurou que no dia 4 de Abril, a ministra da Acção Social, Família e Promoção da Mulher, Faustina Alves, deverá proceder, em Lunada, ao lançamento de uma linha de denúncia de atendimento de todos os caos de violências dos direitos da criança.

Vasco Cambovo adiantou que que a instituição vai ao longo deste período trabalhar com líderes religiosos infantis, no sentido de formarem cerca de mil 500 núcleos de protecção à criança,

A realização de uma Feira de Registo de Nascimento, em parceria com a Delegação Provincial da Justiça e Direitos Humanos, intensificação da sensibilização de pessoas para a denúncia de violação dos direitos da criança são, dentre várias acções, a serem desenvolvidas ao longo deste ano pela referida direcção do INAC.   

Consta, igualmente, a formação de quadros sobre o fluxo e parâmetros de atendimento à criança e adolescente vítimas de violência doméstica, o apoio moral a 100 crianças em conflitos com a lei, entre outras.

A 20 de Fevereiro de 2020, o governador do Bié, Pereira Alfredo, considerou “preocupante” o aumento de casos de violência contra menores, afirmando que, com a entrada em vigor do terminal telefónico 15015, a partir de Abril deste ano, as crianças passarão a estar melhor protegidas.

Ao falar num encontro provincial sobre a Operacionalização do Serviço de Denúncia S.O.S – Criança no Bié, o governante disse que as autoridades locais têm realizado palestras, campanhas de sensibilização, construção de escolas, creches, hospitais e outros projectos sociais, para a materialização dos 11 compromissos assumidos pelo Governo, para a melhoria das condições de vida dos menores.

Dados estatísticos oficiais do INAC apontam que, em 2019,  este organismo notificou, nas 18 províncias do país, cinco mil 704 casos de violência psicológica, física, homicídios, abusos sexuais contra crianças, mais mil e 345 casos em relação a 2018.

Assuntos Criança   Província » Bié  

Leia também
  • 17/03/2020 15:51:00

    Acidente causa 16 feridos no Andulo

    Cuito - Dezasseis pessoas ficaram feridas em consequência de um acidente de viação, na noite de segunda-feira, na Estrada Nacional nº 140, no troço entre os municípios da N'harea e Andulo, a 130 quilómetros a Norte da cidade do Cuito, província do Bié.

  • 17/03/2020 03:03:35

    Marginais vandalizam cemitérios no Cuito

    Cuito - Três dos principais cemitérios do Cuito (Bié) são vandalizados frequentemente por marginais, que destroem campas na busca de mármore, para consequente revenda em províncias circunvizinhas, segundo denúncias de coveiro e moradores próximos destes locais.

  • 13/03/2020 19:33:30

    Aldeia Nissi beneficia de dois autocarros

    Cuito - A população da Aldeia Nissi, na comuna do Cunje, sete quilómetros a norte do Cuito (Bié), beneficiou hoje, sexta-feira, de dois autocarros com a capacidade para 62 pessoas, das quais 34 sentadas.