Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

03 Abril de 2020 | 23h26 - Actualizado em 03 Abril de 2020 | 23h10

Covid-19: Saneamento em Luanda conta com apoio das FAA

Luanda - Os serviços de limpeza e saneamento básico na província de Luanda vai contar, nos próximos dias, com a contribuição de efectivos das Forças Armadas Angolanas (FAA), para manter a cidade capital limpa e conter o impacto do novo Coronavírus (Covid-19).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Compactadoras de recolha de lixo

Foto: Morais Silva

A informação foi avançada esta sexta-feira, em Luanda, pelo coordenador Interministerial de Gestão das Medidas Contra a Expansão da Covid-19, Pedro Sebastião, que falava em conferência de imprensa de balanço aos primeiros oito dias do Estado de Emergência, vigente no país desde o dia 27 de Março último.

Na ocasião, o também ministro de Estado e Chefe da Casa de Segurança do Presidente da República disse que já estão concentrados todos os meios técnicos para os efectivos começarem a operacionalizar o processo de limpeza na cidade de Luanda.

Ainda no quadro do saneamento das cidades, a província de Luanda conta já com os serviços de fumegação e desinfestação de algumas zonas da capital, segundo o governador provincial de Luanda, Sérgio Luther Rescova.  

Assegurou que esse trabalho será ainda reforçado, a partir da próxima semana, com aumento de mais 12 viaturas de grande porte para a pulverização da cidade.  

Nesse período de emergência, afirmou, o serviço de saneamento básico na província de Luanda regista algumas melhorias, com a redução de grandes focos de lixo nos centros urbanos e nas vias principais, reconhecendo ainda a necessidade de se melhorar a limpeza nas zonas periféricas.  

Vala de drenagem do Zango

Quanto a vala de drenagem do distrito urbano do Zango (Viana), que tem vitimado muitas vidas, o governador disse que o Ministério da Construção e Obras Públicas está a fazer um trabalho de engenharia para evacuar o acúmulo das águas pluviais retidas nesse local.  

Esse trabalho, afirmou, vai evitar o número de mortes por afogamento, porque a vala irá drenar e reduzir a quantidade de água.  

Apelou os automobilistas a não excederem a velocidade, para evitar acidentes nessa localidade.  

Circulação dos 220 autocarros  

Em relação aos 220 autocarros que a província de Luanda beneficiou, nos últimos tempos, Sérgio Luther Rescova afirmou que a circulação destes meios está dependente da conclusão do processo de licenciamento para actividade por parte dos operadores privados.  

A conclusão desse processo centra-se na emissão do seguro obrigatório, garantias técnicas adequadas mediante a expansão prévia e recrutamento de recursos humanos para operacionalizar os autocarros.

Reiterou que dos 220 autocarros adquiridos pelo Estado, 180 já foram comercializados ao sector privado, através de um concurso público, para reforçar a mobilidade rodoviária.

Sérgio Luther Rescova referiu ainda que os novos meios juntam-se a uma frota já existente de aproximadamente 160 autocarros, que ainda ficam aquém das reais necessidades da província de Luanda, que conta já com uma população estimada em 11 milhões de habitantes.

Em função desse défice, afirmou, o governo provincial e o sector dos transportes estão a trabalhar para até final deste ano se adquire pelo menos mais mil autocarros, visando a melhoria da mobilidade urbana.

Assuntos Angola  

Leia também