Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

16 Julho de 2020 | 13h18 - Actualizado em 16 Julho de 2020 | 13h18

Registo civil abrange mais de 250 mil cidadãos na Lunda Sul

Saurimo - Duzentos e cinquenta mil 683 cidadãos vão beneficiar, até 2023, de cédulas pessoais e assentos de nascimento, durante a campanha de massificação e atribuição do Bilhete de Identidade (BI), que teve início hoje, quinta-feira, na localidade do Mombo Kalunga, município de Saurimo (Lunda Sul).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Lunda Sul: Registo civil abrange mais de 250 mil cidadãos

Foto: Joaquina Bento

Na ocasião, o delegado provincial da Justiça e dos Direitos Humanos  na província, Izildo Paulo, disse que a campanha visa garantir a atribuição do BI a todos cidadãos nacionais que até ao momento não possuem registo de identificação, de modo a conferir-lhes o direito a nacionalidade, consagrado na Constituição da República.  

Explicou que a campanha teve arranque em Março do ano em curso, mas foi interrompida devido a covid-19, que assola o país e o Mundo.      

Para o êxito da campanha, sublinhou que foram constituídas quatro brigadas, integradas pelos oficiais de Justiça, brigadistas da administração municipal, órgãos de segurança, saúde, educação, que têm a responsabilidade de registar 176 cidadãos por dia.

O responsável fez saber que estão asseguradas todas condições de biossegurança para dar sequência aos trabalhos de registo.

Por seu turno, o governador provincial da Lunda Sul, Daniel Neto, apelou aos cidadãos a afluírem aos postos de registo  e a manterem um comportamento exemplar diante dos brigadistas que vão percorrer os vários bairros da cidade de Saurimo.

O governante disse ser fundamental que todos cidadãos devem denunciar todos aqueles que não sejam angolanos e que pretendente realizar o registo.

Já, o regedor da localidade Mombo Kaluca, João Tximuanga mostrou-se satisfeito com registo na sua localidade, tendo sublinhado que desde o fim do conflito armado no país essa população nunca beneficiou de registo e assentos de nascimento para obtenção do BI.

A localidade de Mombo dista a 35 quilómetro da cidade de Saurimo e conta com cerca  de mil e 170 habitantes.   

Leia também