Quarta, 25 de Novembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Uganda: Morreu ex-presidente Milton Obote


11 Outubro de 2005 | 15h22

Joanesburgo


Joanesburgo, 11/10 - O ex-presidente do Uganda Milton Obote morreu segunda-feiranum hospital em Joanesburgo, informaram emissoras de rádio.

Obote, de 81 anos, governou o Uganda a partir do golpe de Estado que liderou em 1966, e foi deposto pelo seu chefe do Exército, Idi Amin, em 1971.

Em 1980, voltou á Presidência, através das urnas, mas foi novamente deposto em 1985, dessa vez pelo general Tito Okello que liderou um golpe de Estado.

Desde então, Obote vivia na Zâmbia, onde surgiram as primeiras informações sobre o falecimento do ex-governante, as quais foram dadas por sua família.

A notícia foi divulgada segunda-feira pela emissora local SAFM, que citou meios de comunicação da Zâmbia, segundo os quais Obote foi levado de urgência para Joanesburgo por causa de um grave problema de saúde.

Não houve confirmação nos meios de comunicação independentes da África do Sul.

Já o jornal " The Monitor", a única publicação independente de Uganda, noticiou o facto emseu site, mas sem dar detalhes.

Obote foi primeiro-ministro de Uganda quando o país, antigo protectorado britânico desde 1894,se tornou independente do Reino Unido em 1962, e, assumiu o cargo de chefe de estado de 1966 a1971, ano em que foi derrubado pelo general Idi Amin que instituiu um dos regimes mais opressoresda África.O golpista foi destituído mais tarde por forças guerrilheiras ugandenses e tropas oficiais davizinha TanzYnia, cujo território o ditador tinha invadido em 1978.

As eleições de 1980 levaram novamente Obote ao poder, mas em Julho 1985, foi deposto por um novo golpe militar chefiado por Tito Okello, que, por sua vez, foi derrubado em Janeiro de 1986por uma força rebelde liderada pelo actual governante, Yoweri Museveni.

Uma nova constituição foi instituída em 1995 antes da realização de novas eleições gerais em1996 que legitimaram o poder de Musseveni..