Quarta, 27 de Janeiro de 2021
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Tanzânia: SADC pede levantamento das sanções contra o Zimbabwe


19 Agosto de 2019 | 12h16 - Actualizado em 19 Agosto de 2019 | 11h49

Tanzânia: Pormenor da sessão de abertura da 39ª Cimeira Ordinária de Chefes de Estados e de Governos da SADC

Foto: Cortesia de: João Gomes (Edições Novembro)



Dar Es Salaam - O novo presidente da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), John Magufuli, defendeu, domingo, em Dar es Salaam, a suspensão das sanções contra o Zimbabwe, considerando-as prejudiciais para os seus cidadãos e os países do bloco, noticiou a prensa latina.


O presidente da Tanzânia falava durante a XXXIX Cimeira Ordinária dos Chefes de Estado e de Governo realizada no fim-de-semana

Apelou à SADC e à comunidade internacional juntarem-se na busca do fim daquelas medidas económicas impostas pelo Ocidente.

O evento discutiu questões relacionadas à paz, segurança e consolidação da democracia na região sul do continente.

 
Para Magufuli, os problemas enfrentados pelo Zimbabwe, literalmente afectam todos os países da região.

"O Zimbabwe está sob sanções há anos, mas precisamos que o mundo entenda que quando uma mão é cortada, todo o corpo é afectado", sublinhou.

Durante o conclave, a SADC concordou em adoptar o swahili como língua formal na zona.