Terça, 01 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Elaboração de relatório sobre biodiversidade previsto para Março


01 Fevereiro de 2019 | 14h04 - Actualizado em 01 Fevereiro de 2019 | 14h40

Luanda - A elaboração do sexto Relatório Nacional para a Convenção da Biodiversidade (6RNB) está prevista para Março de 2019, devido a transferência tardia dos fundos, no valor de 207.551 dólares.


A data inicial de elaboração era Janeiro 2018 com término em Maio do ano, tendo sido reavaliado para 31 de Março de 2019, devido aos atrasos do financiamento.

A informação foi divulgada hoje, sexta-feira, em Luanda, durante um encontro para explicação dessas alterações.

O sexto relatório nacional contém sete secções: Informação sobre as metas a nível nacional, medidas de execução tomadas, avaliação da sua eficácia, obstáculos associados e necessidades científicas e técnicas para atingir as metas nacionais e a avaliação do progresso em relação a cada meta nacional.

O mesmo contém ainda a descrição da contribuição nacional para a realização de cada meta global de Aichi da biodiversidade; da contribuição nacional para a consecução das metas da Estratégia Global para Conservação e informações adicionais sobre a contribuição dos povos indígenas e comunidades locais para a realização dos objectivos de Biodiversidade de Aichi se não forem capturados nas secções acima.

A área de implementação está programada para todo país pelo Ministério do Ambiente (Minamb), cujo parceiro implentador é o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, que também se constitui financiador com o Fundo Global para o Ambiente (GEF) com 100 mil dólares.

O mesmo tem ainda o co-financiomento do Governo angolano no valor de 107.551 dólares, que totaliza 207.551 dólares.

Em 2010, durante a 10ª Conferência das Partes na Convenção da Diversidade Biológica ocorrida em Nagoya (província de Aichi, Japão) foi estabelecido o Plano Estratégico para a Biodiversidade com a elaboração de um conjunto de 20 proposições: denominadas Metas de Aichi.

Todas as Metas de Aichi são voltadas à redução da perda da biodiversidade em âmbito global, nacional e regional.